icons.title signature.placeholder Rodrigo Ciantar
26/12/2013
08:03

A diretoria pagou na última sexta-feira o salário de atletas e funcionários referente ao mês de outubro. Mas uma minoria não viu a cor do dinheiro. E foram justamente os jogadores emprestados, que têm contrato com o clube somente até o fim deste ano.

Tal prática deixou alguns jogadores bastante incomodados. Mas não é a primeira vez que isso acontece no clube. No fim do ano passado, uma minoria também não recebeu salário. Atletas que tinham um salário mais alto, como Carlos Alberto e Felipe, passaram o fim de ano sem ver a cor do dinheiro.

Já neste ano, um treino chegou a ser cancelado por que jogadores alegaram que um grupo não recebeu salário. O time era comandado por Paulo Autuori na época.

A diretoria reconhece o débito e diz que este grupo que não recebeu terá a situação regularizada em janeiro, quando será quitado também o vencimento referente a novembro, assim como o 13. Para pagar o mês de outubro, a diretoria usou a verba da venda de Marlone. Agora, tenta receber uma cota do patrocínio da Caixa para quitar o restante.