icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
24/11/2013
22:07

O Bahia venceu na noite deste domingo a Portuguesa pelo placar mínimo, em jogo válido pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro. A vitória foi no sufoco e para os jogadores da equipe baiana, os gritos de incentivo das mais de 30 mil vozes vindo das arquibancadas da Fonte Nova foram fundamentais para a equipe sair de campo com os três pontos, importantíssimos na briga contra o rebaixamento.

- A vitória foi fundamental acima de tudo. A torcida jogou junto os 90 minutos. Esse tipo de coisa transcende o jogador, faz com que ele corra mais do que é capacitado. Foi uma festa linda, maravilhosa - declarou o goleiro Marcelo Lomba.

Autor da assistência em que originou o único gol da partida, marcado por Fernandão aos 44 minutos do primeiro tempo, Wallyson foi outro que exaltou o torcedor do tricolor baiano.

- Quando cheguei aqui, falei que vinha para ajudar a equipe do Bahia. Aos poucos fui vendo que a torcida do Bahia é apaixonada. Todos estão de parabéns, todo mundo marcou. A torcida viu que a gente estava correndo e mais uma vez ajudou, mostrando que o Bahia dentro de casa é forte - disse o atacante.

Empolgado com o clima de festa na Arena Fonte Nova, logo após o apito final do árbitro, Obina engrandeceu o clube.

- Fazer o Bahia permanecer na Primeira Divisão, vamos honrar a camisa. Muita gente ama, tem que saber honrar essa camisa do Bahia.

Com a vitória contra a Lusa, o Bahia chegou aos 45 pontos e agora está três acima da zona de rebaixamento, na 13ª colocação. No próximo domingo, pela penúltima rodada da competição, o Bahia terá vida difícil, pois irá enfrentar o Cruzeiro, já campeão, em pleno Mineirão, em Belo Horizonte (MG). E no último jogo do campeonato, o Bahia receberá, na Fonte Nova, o Fluminense, outro time que luta contra o descenso.