icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
06/11/2014
08:56

Às vésperas do clássico contra o Peñarol, válido pelo Campeonato Uruguaio, três jogadores do Nacional (De Pena, Pereiro e Prieto) tiveram as casas pichadas com recados intimidatórios, aparentemente, escritos por torcedores rivais. No caso do último jogador, houve até uma ameaça anônima de morte, segundo o diário "Ovacion", de Montevidéu.

E MAIS

HOME: Veja as últimas notícias do futebol internacional
Boca tem bagagens extraviadas durante viagem ao Paraguai

- Tomei tudo isso com tranquilidade. Só fico preocupado com minha família. Isso não deveria passar na cabeça de ninguém, mas fizeram. O futebol é um esporte que acaba dentro de campo. Nada mais. Não entendo essa violência - disse o volante Prieto, em entrevista ao diário esportivo da capital do país.

O Nacional promete amparo ao jogador e já confirmou que investigará as recentes ameaças.

Dentro das quatro linhas, o Bolso é o líder do Campeonato Uruguaio com 30 pontos. Já o arquirrival ocupa a terceira colocação, com apenas 19. Os dois gigantes se enfrentam, neste domingo, às 19h (horário de Brasília).