icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
11/12/2013
12:46

Mesmo após o fim da última rodada, o Campeonato Brasileiro de 2013 continua a ser disputado nos tribunais. O Vasco já havia anunciado que brigaria na Justiça pelos pontos do jogo contra o Atlético-PR e, agora, Portuguesa e Flamengo também estão ameaçados pela possível escalação de jogadores irregulares por suspensão.

Acontece que, na última sexta-feira, o Cruzeiro foi julgado por motivo semelhante e também pela escalação de um jogador, por regra, sem condições, mudando apenas a natureza da irregularidade. Ao invés de estar suspenso, o goleiro Elisson foi relacionado e ficou no banco de reservas, contra o Vasco, no último dia 23 de novembro, no Maracanã, pela 36ª rodada da competição, sem possuir contrato vigente com o clube celeste.

O clube foi absolvido. No caso dos cruzeirenses, o erro ocorreu por um problema no sistema da Federação Mineira de Futebol. A renovação de vínculo do jogador havia sido feita no dia 13 de junho, mas não constava nos registros da entidade. O clube celeste foi julgado com base no artigo 214, o mesmo que avaliará o caso da Portuguesa, que afirma não ser legal "incluir na equipe, ou fazer constar na súmula ou documento equivalente, atleta em situação irregular para participar da partida, prova ou equivalente".