icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
02/04/2014
09:23

O ex-jogador norueguês Erik Hagen assegurou, nesta quarta-feira, que os jogadores do Zenit pagaram suborno a um árbitro antes de uma partida da antiga Copa da Uefa (atual Liga Europa). Hagen jogou pelo clube russo entre 2005 e 2008.

- Um de nossos jogadores conhecia o árbitro, o que já era algo suspeito. Nós recebíamos prêmios incríveis em jogos continentais, de 12 mil dólares. Antes dessa partida em questão, um jogador nosso disse que cada um teria de dar três mil dólares ao trio de arbitragem para que vencéssemos - declarou Hagen ao diário norueguês "VG".

O jogador norueguês, no entanto, não disse qual foi a partida em que o árbitro foi subornado. Nem se o caso ocorreu na temporada em que o Zenit conquistou a Copa da Uefa (2007/08). Ainda assim, Hagen deu o detalhe de que o time adversário teve quatro gols anulados no jogo em questão.

Tanto Hagen, quanto o também ex-jogador noruguês Jorgen Jalland, do Rubin Kazan, confessaram ao "VG" que os casos de armação de resultados no futebol russo são comuns.

- Parecia que havia um acordo de antemão sobre quem iria conquistar o título - afirmou Hagen.

O ex-jogador do Zenit deixou claro que o título russo de 2007, conquistado pelo clube de São Petersburgo, contou com a ajuda da arbitragem.

- Em nossos últimos 10 jogos, todas as decisões dos árbitros eram a nosso favor. Foi vergonhoso - disse Hagen.