icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
16/11/2014
15:18

Apesar das raras chances de gol do Vasco na derrota deste sábado, para o Ceará, o técnico Joel Santana não viu o time tão mal. Para ele, a equipe vinha bem até sofrer o primeiro gol, fruto de uma jogada aérea.

- Tem jogo que nós reclamamos. Ontem jogamos bem até a hora do gol. Tivemos para empatar, mas não empatamos. Aí tem bola que bate na cabeça de um, sobra no pé do outro. Tem coisa que é resultado normal, tem coisa que é sorte de jogo - lamentou o treinador, no desembarque no Rio, neste domingo.

Joel também explicou por que entrou com três zagueiros (Anderson Salles continuou no time, fazendo companhia a Luan e Rodrigo, que voltava após suspensão). A tática, que não havia sido treinada, surpreendeu a todos, que esperavam Dakson no meio-campo.

- Eu estava com a defesa alta. Entrei com medo da bola aérea deles. Entrei com dois (dos três) para isso. Pensava tomar gol de todo jeito, menos de bola alta - ressaltou.

O Vasco volta a campo nesta terça-feira, contra o Vila Nova, pela penúltima rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.