icons.title signature.placeholder Fábio Aleixo
15/04/2014
07:00

Irmãos, irmãos. Playoffs à parte. Joe Smith, de 36 anos, e Jason Smith, de 30, estão vivendo dias atípicos em meio à disputa da fase decisiva do NBB. No duelo entre o Pinheiros e o Mogi das Cruzes, os “brothers” americanos travam uma batalha particular para ver quem avança às quartas de final para encarar a equipe de Limeira.

Até o momento, a série de oitavas de final está empatada em 1 a 1. O terceiro jogo ocorre nesta terça-feira, às 19h30 (com SporTV), em Mogi.

Os Smith são os primeiros irmãos a se enfrentarem nos playoffs na história do torneio nacional, que já está em sua sexta edição.

– Não gosto de jogar contra meu irmão. Como ele é seis anos mais novo, sempre acompanhei ele, fui aos ginásios torcer por ele. O Jason aprendeu a jogar basquete comigo. É difícil, mas assim é a profissão – disse Joe, que é ala-armador e defende o Pinheiros há dois anos, após deixar o Unión Formosa (ARG).

Joe, aliás, foi o responsável pela vinda de Jason ao Brasil. O pinheirense gostou tanto do país e da liga que, por meio de contatos, conseguiu emplacar o irmão em Mogi. Antes, ele havia passado por Islândia, República Tcheca, Alemanha, e estava no Ovarense, de Portugal.

Em sua primeira temporada no Brasil, tem conseguido se destacar na equipe paulista. Jason, que é armador, é o terceiro maior pontuador da equipe (com média de 10,8 pontos por jogo) e o segundo melhor em número de assistências (2,7 por jogo).

– Estou gostando muito do país, do NBB. O Joe sempre falou bem daqui. Gostaria de ficar aqui na próxima temporada. Se não for em Mogi, em outra equipe – disse ao LANCE!.

Porém, se Joe não se sente confortável com o duelo em família, Jason adota um tom mais provocador:

– Joe é o cara, sempre me ajudou muito. Gosto de jogar contra ele e quero ganhar de qualquer jeito.

Naturais de New Orleans (EUA), os irmãos sempre organizam em suas férias campings de basquete para crianças entre 6 e 15 anos, na comunidade de Hoover. Eles possuem uma empresa, a J Smith Hoops Inc., que ajuda no desenvolvimento de carreira de jovens promessas. Joe é o presidente da companhia.

A paixão pela bola laranja, porém, não é exclusividade dos dois na família Smith. Os outros dois irmãos (Jaime, de 24 anos e Jordan, de 21) e a irmã Jada também se dedicam à modalidade. Jaime, inclusive, é o atual cestinha da liga portuguesa.

– Quem sabe também ele não venha jogar aqui no próximo ano? Seria muito legal – disse Joe.

O QUE DISSERAM

“Ele mora em Mogi, e eu em São Paulo com minha esposa e meu filho, mas sempre que nãoo temos jogos procuramos estar juntos, saímos para jantar, pois não temos mais nenhum familiar aqui”
Joe Smith
Armador do Pinheiros (1,93m)

“Nunca pensei que jogaríamos juntos. Sou um grande fã dele e torço para o Pinheiros quando não estamos jogando contra”

Jason Smith
Armador do Mogi das Cruzes (1,88m)