icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
18/07/2013
18:08

O ex-jogador João Pinto, que atuou por Benfica, Sporting e seleção portuguesa, foi condenado nesta quinta-feira a um ano e meio de prisão. Acusado de fraude fiscal qualificada, já teve a pena suspensa por quatro anos. Ele está sob a condição de pagar pouco mais de 600 mil euros (quase R$ 1,8 milhão), caso contrário, será preso.

Tudo isso por causa de sua transferência do Benfica para o Sporting, em 2000. Ele foi acusado ao lado de três dirigentes (Luís Duque, Rui Meireles e José Veiga). Todos foram absolvidos dos crimes, como lavagem de dinheiro.

Com mais de 80 jogos pela seleção portugues, João Pinto começou no Boavista, ainda no fim da década de 1980. Foi para o Atlético de Madrid, voltou ao clube do Porto, antes de se transferir para o Benfica.

Em 2000 teve a transferência para o Sporting, retornou ao Boavista mais uma vez, e se aposentou no Braga em 2008.

O ex-jogador João Pinto, que atuou por Benfica, Sporting e seleção portuguesa, foi condenado nesta quinta-feira a um ano e meio de prisão. Acusado de fraude fiscal qualificada, já teve a pena suspensa por quatro anos. Ele está sob a condição de pagar pouco mais de 600 mil euros (quase R$ 1,8 milhão), caso contrário, será preso.

Tudo isso por causa de sua transferência do Benfica para o Sporting, em 2000. Ele foi acusado ao lado de três dirigentes (Luís Duque, Rui Meireles e José Veiga). Todos foram absolvidos dos crimes, como lavagem de dinheiro.

Com mais de 80 jogos pela seleção portugues, João Pinto começou no Boavista, ainda no fim da década de 1980. Foi para o Atlético de Madrid, voltou ao clube do Porto, antes de se transferir para o Benfica.

Em 2000 teve a transferência para o Sporting, retornou ao Boavista mais uma vez, e se aposentou no Braga em 2008.