icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
02/07/2013
11:14

A alegria de Jefferson após a conquista da Copa das Confederações com a Seleção Brasileira era nítida. Mesmo sendo reserva de Júlio César, o goleiro do Botafogo, em entrevista coletiva concedida no Engenhão, destacou a experiência vivida com o time de Felipão. Segundo ele, a união dos jogadores o impressionou, o que ele quer trazer para o dia a dia do clube.

- Encontrei o Oswaldo (de Oliveira, técnico do Botafogo, na segunda-feira) e disse a ele que estou nos ares. Estou muito emocionado e quero passar experiências de grupo mesmo que passei por lá na seleção. Aprendi muito e amadureci muito também. Mesmo no banco, estava comemorando gols como ser tivesse defendido um pênalti. Vi que um grupo fechado chega longe. Se repetirmos aquilo, chegaremos muito longe - disse o goleiro.

E MAIS
> Jefferson retorna, com Copa do Brasil e Figueirense na cabeça
> Com pensamento na Copa, Jefferson afirma desejo permanecer no Botafogo
> Com Jefferson e Lodeiro no time titular, Oswaldo comanda coletivo no Engenhão

Após se reapresentar na segunda, Jefferson participou do treino coletivo no campo anexo do Engenhão e está escalado para o confronto diante do Figueirense, às 21h50, nesta quarta-feira, no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, na primeira partida da terceira fase da Copa do Brasil.

Após a conquista do Estadual no primeiro semestre, o capitão do Botafogo sonha com um título nacional. Ainda relembrando a Seleção, ele elogiou o empenho de seus colegas, apostando que se o mesmo for repetido pelo time de Oswaldo de Oliveira nas competições que estão sendo disputadas, o sucesso será inevitável.

- Quando nos despedimos, estávamos todos emocionados. E isso seria independente de ser campeão. Isso me lembrou alguns jogos que fizemos aqui no Botafogo. Ver jogadores determinados como o Fred, o Oscar e o Hulk. É isso que o Oswaldo pede muito a gente. É um exemplo para nós - destacou.

Jefferson elogia Fred e fala sobre o clássico em Pernambuco

A alegria de Jefferson após a conquista da Copa das Confederações com a Seleção Brasileira era nítida. Mesmo sendo reserva de Júlio César, o goleiro do Botafogo, em entrevista coletiva concedida no Engenhão, destacou a experiência vivida com o time de Felipão. Segundo ele, a união dos jogadores o impressionou, o que ele quer trazer para o dia a dia do clube.

- Encontrei o Oswaldo (de Oliveira, técnico do Botafogo, na segunda-feira) e disse a ele que estou nos ares. Estou muito emocionado e quero passar experiências de grupo mesmo que passei por lá na seleção. Aprendi muito e amadureci muito também. Mesmo no banco, estava comemorando gols como ser tivesse defendido um pênalti. Vi que um grupo fechado chega longe. Se repetirmos aquilo, chegaremos muito longe - disse o goleiro.

E MAIS
> Jefferson retorna, com Copa do Brasil e Figueirense na cabeça
> Com pensamento na Copa, Jefferson afirma desejo permanecer no Botafogo
> Com Jefferson e Lodeiro no time titular, Oswaldo comanda coletivo no Engenhão

Após se reapresentar na segunda, Jefferson participou do treino coletivo no campo anexo do Engenhão e está escalado para o confronto diante do Figueirense, às 21h50, nesta quarta-feira, no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, na primeira partida da terceira fase da Copa do Brasil.

Após a conquista do Estadual no primeiro semestre, o capitão do Botafogo sonha com um título nacional. Ainda relembrando a Seleção, ele elogiou o empenho de seus colegas, apostando que se o mesmo for repetido pelo time de Oswaldo de Oliveira nas competições que estão sendo disputadas, o sucesso será inevitável.

- Quando nos despedimos, estávamos todos emocionados. E isso seria independente de ser campeão. Isso me lembrou alguns jogos que fizemos aqui no Botafogo. Ver jogadores determinados como o Fred, o Oscar e o Hulk. É isso que o Oswaldo pede muito a gente. É um exemplo para nós - destacou.

Jefferson elogia Fred e fala sobre o clássico em Pernambuco