icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
23/07/2014
16:57

Com a lesão e o consequente afastamento de Diguinho dos gramados, o Fluminense passou a ter um meio de campo extremamente ofensivo. Jean assumiu a função de primeiro volante, enquanto Cícero é o segundo homem do setor, que conta com Wágner e Conca mais à frente. Mantendo os pés no chão, o camisa 7 do Tricolor assumiu as dificuldades do atual momento.

- O momento pede esse sacrifício. É difícil quando se tem de fazer mais de uma função, mas também é natural, até pelo fato de termos um time bastante ofensivo. Eu já joguei como primeiro volante e terceiro homem de meio-campo, o Cícero também. Vamos estar sempre trabalhando para ajudar o Fluminense – afirmou Jean.

O volante do Flu explicou um pouco do funcionamento do meio-campo da equipe e revelou a alternância de funções que tem com Cícero:

- Sabemos que para ajudar o time crescer, precisamos revezar na marcação. Assim, vamos fazer o time jogar para frente e conquistar vitórias. Isso dá força aos meias e atacantes para atuarem mais tranquilos.

Na manhã desta quarta-feira, o técnico Cristovão Borges testou Valencia entre os titulares. Jean e Cícero, porém, foram mantidos, bem como Wágner e Conca. O meio de campo, portanto, foi escalado com cinco jogadores.

A formação poderá ser utilizada no domingo, quando o Tricolor encara o Atlética-PR, em Curitiba, na Arena da Baixada, que não terá público. O jogo acontece às 16h, pelo Campeonato Brasileiro.