icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
11/04/2014
09:11

Jayme de Almeida nunca entrou tão pressionado no cargo de treinador do Flamengo como estará no domingo, diante do Vasco. Após a eliminação precoce na Libertadores, o comandante rubro-negro está com um vulcão prestes a entrar em erupção. Se perder, a crise estará instalada na Gávea, mas, se vencer, ele poderá respirar um pouco mais aliviado e – quem sabe? – diminuir a dor de uma derrota internacional.

Em 25 de setembro do ano passado, Jayme de Almeida assumiu efetivamente o Flamengo e viveu em céu de brigadeiro até então. Com um retrospecto invejável, ele levou o Rubro-Negro à conquista da Copa do Brasil, mas o casamento está em fase conturbada. Uma prova disso é que André Santos teve de comentar as críticas do comandante ao time na coletiva após a derrota em casa.

E MAIS
- Vantagem de quem? Lado psicológico do Fla pode pesar a favor do Vasco

L!TV:
- André Santos desabafa: responsabilidade é de todos
- Jayme revela o que falou aos jogadores após desclassificação

– O Jayme comentou que a gente apenas lutou e brigou, mas ele é uma excelente pessoa. Tem demonstrado isso desde que assumiu o Flamengo. A responsabilidade não é só do treinador, a responsabilidade é de todos. Basta ele saber cobrar de cada um e saber escalar e treinar o time – afirmou André Santos, em coletiva concedida nesta quinta-feira, no Ninho do Urubu.


No ano passado, o Flamengo entrou pressionado em algumas partidas, mas na maioria delas estava decidindo uma vaga na próxima fase da Copa do Brasil. É bom Jayme recuperar o espírito vitorioso de outrora para que a cabeça dele não seja a primeira a rolar.

– Nós também temos sentimentos, sabe? Ficamos abalados com isso tudo – completou André Santos.

Jayme espera apoio da torcida para conquistar primeiro estadual