icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
09/11/2013
23:43

O técnico Jayme de Almeida elegeu a bola parada como vilã para o empate por 1 a 1 entre Flamengo e Goiás, no Maracanã, na noite deste sábado, em jogo válido pelo Campeonato Brasileiro. O treinador rubro-negro ressaltou que esta foi a principal falha de seus comandados, que acabaram cedendo o empate mesmo tendo um jogador a mais, após a expulsão de Hugo, ainda no primeiro tempo.

Jayme ressaltou ainda que o Flamengo tem de rever este conceito e lembrou que o time teve oportunidades de fazer o segundo, mas desperdiçou e deu espaços ao adversário.

- Vi um jogo muito disputado no onze contra onze. Depois, o Hugo foi expulso e ficamos com um a mais. Por incrível que pareça, demos alguns contra-ataques e o Goiás quase marcou. No segundo tempo consertamos. Começamos bem o jogo, fizemos 1 a 0, depois tivemos a chance do segundo e não fizemos. Aí o Goiás empatou de bola parada, quase virou da mesma forma. Temos que reconhecer que foi o nosso erro mais grave: a bola parada. Temos de rever isso - disse o comandante, que completou:

- De uma forma geral, o Flamengo não foi ruim. Poderíamos ter vencido, mas o Goiás também foi muito bem.