icons.title signature.placeholder Pedro Barboza
14/03/2014
13:15

Reintegrado ao time do Flamengo no início de março, o volante Luiz Antonio ainda não tem previsão para retornar aos gramados. O ex-camisa 15, que segue na preparação física, apesar de ter feito coletivo nesta semana, treinou nesta sexta-feira com os titulares, no campo 2 do Ninho do Urubu. Porém, o jogador vive em meio a uma indecisão entre comissão técnica e diretoria do clube.

A expectativa era a de que o jogador pudesse retornar ao time neste domingo, pelo Campeonato Carioca, já que o Rubro-Negro irá enfrentar o Bangu com um time C e, também, jovens do sub-20. Contudo, de acordo com Jayme de Almeida, uma pendência impede que o jogador atue.

- O Luiz (Antonio) é questão da diretoria. Ainda não resolveu e foi pedido para ainda não ir para o jogo. Tenho que respeitar isso. Jogador foi bem ano passado e esse jogo poderia ser o primeiro dessa volta. O clube tem que defender alguns interesses para acabar com isso, que desgastou bastante - explicou o treinador.

O Flamengo, por sua vez, por meio do vice-presidente jurídico e do departamento de comunicação, afirma que não há qualquer pendência jurídica com o jogador. Em contrapartida, a advogada Gislaine Nunes, nomeada pelo volante para estar à frente do caso contra o Flamengo, garantiu que o jogador não a procurou desde que retornou ao clube. Com isso, não sabe se Luiz Antonio pediu o arquivamento do processo.

- Até hoje o Luiz Antonio não entrou em contato com o nosso escritório. Não sei se contratou outro advogado. Pom isso, não tenho um posicionamento sobre isso - contou a advogada.

Luiz Antonio acionou o clube na Justiça cobrando vencimentos atrasados, como luvas referentes aos anos de 2009 e 2011, férias e bônus, entre outros, além do desligamento do Rubro-Negro. A ação gira em torno de R$ 10 milhões (quantia gerada devido à multa compensatória, de cerca de R$ 8 milhões - valor que significa 400 vezes o último salário do atleta, que recebe cerca de R$ 20 mil).