icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
14/11/2013
09:11

A derrota por 2 a 0 para o São Paulo, na noite de quarta-feira, em Itu, não foi o que mais irritou o técnico Jayme de Almeida e os jogadores do Flamengo. De acordo com o treinador, o árbitro Alício Pena Junior não teve influência no resultado, porém, falou impropérios com a maioria dos jogadores rubro-negros.

- Ele falou um monte de bobagem para os jogadores do Flamengo, está todo mundo revoltado, ele sabe que falou. Não é problema de perder ou ganhar. Eu acho triste acontecer algo desse tipo dentro de campo de futebol, estamos em 2013, Copa do Mundo ano que vem, e o histórico desse juiz é de fazer isso - desabafou o técnico, que ainda complementou as críticas ao juiz:

- Lamentável como um árbitro de futebol age desta maneira. Isso é uma falta de respeito com os profissionais. Isso não pode mais acontecer - concluiu.

O discurso do treinador foi encorpado por Elias, um dos principais jogadores do Flamengo. O camisa 8 lamentou a atitude de Alício e disse que o árbitro já está ultrapassado.

- Ele é um ditador. Isso não existe. E sem contar no linguajar que ele usou com o Chicão ali em campo. Eu escutei coisas que não imaginava escutar de um árbitro. Xingou nosso jogador de todos os jeitos. Não adianta, tem que colocar gente nova para apitar. Não existe a menor condição de ele continuar arbitrando. Esse pessoal está ultrapassado - comentou revoltado.