icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
20/03/2014
00:54

O zagueiro Samir foi o autor do pênalti que deu o gol da vitória do Bolívar diante do Flamengo na noite desta quarta-feira, pela Copa Libertadores. Mas o técnico Jayme de Almeida, em entrevista coletiva após a partida, não apontou culpados pela derrota. O comandante rubro-negro ressaltou que a equipe carioca se comportou bem de acordo com o previsto.

- Não esperávamos tomar um gol daquela maneira, mas não tem culpado. Faz parte do jogo, o campo estava meio irregular, ele (Samir) falseou o pé e acabou fazendo o pênalti. Isso mudou completamente a nossa forma de jogar. Perder não é bom, mas o segundo tempo foi bem melhor mesmo com toda a dificuldade. Foi um time bem à altura de um campeonato disputado - afirmou o treinador.

Lanterna do Grupo 7 com apenas quatro pontos, o Flamengo precisará vencer os dois jogos que restam nesta fase classificatória da Copa Libertadores. Jayme de Almeida, em relação a esta questão, afirmou que o Rubro-Negro irá lutar até o fim.

- No esporte são 11 contra 11. Tudo é difícil. Vamos jogar com o Emelec fora e depois em casa. Primeiro é o jogo contra o Emelec. Vamos lutar lá e se passarmos por eles vamos continuar na briga. Temos uma decisão contra o Emelec e depois contra o Léon - concluiu Jayme de Almeida.

O Flamengo foi direto para o aeroporto após a derrota para o Bolívar e chega ao Rio de Janeiro na madrugada desta quinta-feira. O Rubro-Negro precisará trabalhar bastante nos próximos dias até o jogo contra o Emelec, dia 2 de abril, no Equador, para não ver o trabalho do ano deixar de existir.