icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
21/04/2014
07:58

Após o empate contra o Goiás na noite do último domingo, o técnico do Flamengo, Jayme de Almeida, comentou a morte do jornalista e locutor esportivo Luciano do Valle, no último sábado, quando este viajava para mais uma jornada de trabalho em Minas Gerais. O comandante rubro-negro mostrou-se bastante emocionado e relembrou de uma época importante que passou ao lado dele.

- Quando parei de jogar, o Luciano do Valle estava começando a fazer o master do Brasil. Tive a oportunidade por causa dele de jogar ao lado de pessoas que foram campeões do mundo pela nossa Seleção. Conheci bem o Luciano, ele foi uma pessoa de coração fantástico. Tomei um susto quando chegamos aqui em Brasília, ligamos o celular descendo do avião e vimos aquela manchete triste - comentou Jayme de Almeida.

E MAIS
> Flamengo decepciona e não sai do zero contra o Goiás em Brasília
> FOTOS - Flamengo erra muito e fica no empate com Goiás
> Alecsandro justifica empate contra o Goiás: 'Marcaram bem e complicou'
> Flamengo e torcida têm expectativas frustradas no Mané Garrincha
> Jayme de Almeida lamenta empate do Flamengo: 'Não era o esperado'

L!TV:
> Santista se diz feliz por ser autor de último gol de Luciano do Valle
> Sacode a poeira! Fla quer dar a volta por cima após empate
> Presente de grego!? Felipe quer homenagear Mano com vitória


O técnico do Flamengo ainda relembrou a última vez que esteve com Luciano do Valle, na final da Copa do Brasil do ano passado, contra o Atlético-PR, no Maracanã.

- No Flamengo e Atlético-PR, no Maracanã, foi um prazer revê-lo. Era uma festa. Um cara que comia bem, refinado. É uma pena para o esporte, o que ele fez com o vôlei, com todos os esportes, abrindo as portas da televisão que era só voltada ao futebol. Quero mandar um beijo para ele, seja onde estiver. Vai deixar muita saudade a todos nós - afirmou o treinador.

O corpo de Luciano do Valle foi enterrado na tarde do último domingo, por volta das 16h40, no cemitério Parque Flamboyant, em Campinas. A última narração do jornalista foi a da final do Campeonato Paulista, quando o Ituano ficou com o título após vencer o Santos nos pênaltis.