icons.title signature.placeholder Eduardo Mendes e Pedro Barboza
21/11/2013
11:40

Um passo de cada vez. Essa é a filosofia do técnico Jayme de Almeida em todos os discursos sobre o time e até a própria carreira. Nem mesmo o empate em 1 a 1, em Curitiba, e a vantagem levada ao Maracanã são motivos para o treinador pensar na próxima temporada. De acordo com o vice de futebol Wallim Vasconcellos, Jayme será o técnico do Rubro-Negro em 2014.

Contudo, o treinador garante que estrá à frente da equipe até o fim do ano e, depois disso, ainda não sabe o que será do próprio futuro dentro ou fora do Flamengo.

- O que foi acertado e o que me confiaram foi eu ficar até o dia 8 de dezembro e por isso estou tentando dar o meu melhor para chegar nesse dia com a cabeça erguida e dever cumprido. Depois disso, sentamos para conversar. Sou funcionário do clube e se não continuar como técnico, sigo como funcionário ou sigo minha vida - garantiu.

E MAIS
- L!Net flagra: árbitro recebe presente do Fla após empate em Curitiba
- 'Gol de empate de Athirson deu título ao Santo André', conta cartola de 2004

Tranquilo e sereno, Jayme não mudou de personalidade quando assumiu o cargo de treinador do Rubro-Negro. O técnico faz questão de dar atenção a todos e garante que está se dedicando ao máximo pelo clube.

- O treinador do Flamengo é sempre reconhecido, mas para mim não muda nada. Respeito quem fala comigo, e a torcida é fantástica. O meu futuro eu não sei, todos falam, meu compromisso que acertei é até o dia 8. Depois disso, não sei o que vai ser. Só sei que estou lutando para deixar o time no G8 e para ser campeão da Copa do Brasil - enfatizou Jayme.

Jayme pede foco no Brasileiro antes da final da Copa do Brasil
 

Antes do segundo jogo da finalíssima, no Maracanã, no próximo dia 27, o Flamengo recebe o Corinthians, buscando ao menos um ponto para livrar de vez o perigo do rebaixamento no Campeonato Brasileiro.

Desde que assumiu a equipe, depois da saída de Mano Menezes, Jayme já comandou o Flamengo em 18 partidas, sendo oito vitórias, seis empates e apenas quatro derrota.