icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
18/07/2013
06:04

Com o poder de compra maior nos últimos anos, aquecido pelo crescimento da economia, os clubes brasileiros conseguiram repatriar craques e elevar os investimentos em relação aos outros países do continente. Mas, com uma busca no futebol estrangeiro, é possível encontrar opções mais em conta e atletas com muito potencial.

O LANCE!Net montou um elenco com os jogadores que poderiam vir por um baixo custo, a poucas horas do fechamento da janela. O time é composto por nomes que tiveram uma boa passagem no Brasil e hoje quase não são lembrados nas conversas de porta de estádio ou mesa de bar. Alguns, inclusive, chegaram a defender a Seleção Brasileira e disputaram Copa do Mundo. Outros, contam com potencial para, quem sabe, explodir.

MAIS:
> Janela fecha neste sábado e clubes correm para trazer 'internacionais'
> VAIVÉM: Fique por dentro das últimas negociações do mercado brasileiro

O plantel é uma mescla com jogadores experientes e jovens valores. Poucos receberam propostas de brasileiros. Abaixo veja uma sugestão de reforços para os clubes do país. Vai ter muito dirigente de olho, uma vez que a janela para transferências internacionais encerra no sábado, às 23h. Então, é hora de correr.

Gomes, goleiro do Tottenham (ING) - Perdeu espaço no clube inglês, virou terceiro goleiro e foi parar no Hoffenheim, clube pelo qual está desde a última temporada, por empréstimo. Foi campeão brasileiro pelo Cruzeiro em 2003.

Mariano, lateral-direito do Bordeaux (FRA) - Melhor da posição no Campeonato Brasileiro de 2010, conquistado pelo Fluminense. Está na França desde 2011. Deixou saudade no torcedor tricolor.

Danilo, zagueiro da Udinese (ITA) - Está no futebol italiano desde 2011. Antes, se destacou por Palmeiras e Atlético-PR. Com 29 anos, nunca conquistou um título nacional.


Mario Fernandes, zagueiro da CSKA (RUS) - Também pode atuar na lateral direita. Teve boa passagem pelo Grêmio. Foi convocado pela Seleção, mas se recusou a entrar em campo.

Michel Bastos, lateral-esquerdo do Lyon (FRA) - Foi titular na Copa do Mundo de 2010. Depois, nunca mais foi convocado. Está emprestado ao Schalke 04, da Alemanha. Já afirmou que gostaria de seguir no país europeu. Mas quem sabe uma oferta não faça o jogador mudar de ideia?

Jucilei, volante do Anzhi (RUS) - Lançado por Mano Menezes no Corinthians, atuava como primeiro volante. Chegou à Seleção Brasileira, mas fez apenas duas partidas.


Fábio Rochemback, volante do Dalian Aerbin (CHN) - Volante revelado pelo Inter, que também teve passagem pelo Grêmio. Rodou o mundo e veio parar na China. Tem 31 anos e ainda pode dar caldo.

Giuliano, meia do Dnipro Dnipropetrovsk (UCR) - Sensação do Internacional na conquista da Libertadores de 2010. Na ocasião, foi um reserva capaz de mudar uma partida quando era colocado em campo. Foi o xodó colorado naquele título.

Ilsinho, meia do Shakhtar Donetsk (UCR) - Começou a carreira como lateral-direito ate tornar-se um meia na Ucrânia. Ainda não conseguiu firmar-se no futebol europeu.

     
Dentinho, atacante do Shakhtar Donetsk (UCR) - Sem espaço no clube ucraniano, foi emprestado ao Besiktas, da Turquia. No Brasil, formou dupla de ataque com Ronaldo Fenômeno pelo Corinthians.

Ricardo Oliveira, atacante do Al Jazira (EAU) - Com 33 anos, ainda pode ser útil a muitas equipes no Brasil. É um jogador rodado e às vezes mencionado em épocas de vaivém.

RESERVAS

Rubinho, goleiro da Juventus (ITA) - Ex-corintiano. Tem 30 anos, idade ideal para um goleiro. Acabou de assinar com a Velha Senhora, mas, certamente, será um dos reservas da lenda Buffon.

Fagner, lateral-direito do Wolfsburgo (ALE) - Seria um ótimo reforço para qualquer clube brasileiro. No ano passado, deixou o Vasco no auge da carreira.


Naldo, zagueiro do Wolfsburg (ALE) - Defensor que sabe cobrar faltas muito bem. Está desde 2005 no futebol alemão. O Internacional já tentou, em vão, contratá-lo.


Maicosuel, meia da Udinese (ITA) - Teve a última temporada prejudicada pelo pênalti perdido contra o Braga. A cavadinha frustrada deixou o time fora da Liga dos Campeões e o meia no banco de reservas em diversas partidas.

Jorge Wagner, meia do Kashiwa Reysol (JPN) - Experiente, conquistou títulos relevantes pelo São Paulo. Poderia retornar ao Brasil para encerrar a carreira.


Alex, meia do Al-Gharafa (QAT) - Teve uma grande passagem por Internacional e foi regular no Corinthians, clube pelo qual ganhou a última Libertadores. Pode jogar de segundo atacante quando for preciso.

Dudu, atacante do Dínamo de Kiev (UCR) - Campeão do Mundial Sub-20 em 2011, se destacou nas categorias de base do Cruzeiro, teve curta passagem pelo Coritiba e saiu cedo do país. É promissor. Tem apenas 21 anos.

Com o poder de compra maior nos últimos anos, aquecido pelo crescimento da economia, os clubes brasileiros conseguiram repatriar craques e elevar os investimentos em relação aos outros países do continente. Mas, com uma busca no futebol estrangeiro, é possível encontrar opções mais em conta e atletas com muito potencial.

O LANCE!Net montou um elenco com os jogadores que poderiam vir por um baixo custo, a poucas horas do fechamento da janela. O time é composto por nomes que tiveram uma boa passagem no Brasil e hoje quase não são lembrados nas conversas de porta de estádio ou mesa de bar. Alguns, inclusive, chegaram a defender a Seleção Brasileira e disputaram Copa do Mundo. Outros, contam com potencial para, quem sabe, explodir.

MAIS:
> Janela fecha neste sábado e clubes correm para trazer 'internacionais'
> VAIVÉM: Fique por dentro das últimas negociações do mercado brasileiro

O plantel é uma mescla com jogadores experientes e jovens valores. Poucos receberam propostas de brasileiros. Abaixo veja uma sugestão de reforços para os clubes do país. Vai ter muito dirigente de olho, uma vez que a janela para transferências internacionais encerra no sábado, às 23h. Então, é hora de correr.

Gomes, goleiro do Tottenham (ING) - Perdeu espaço no clube inglês, virou terceiro goleiro e foi parar no Hoffenheim, clube pelo qual está desde a última temporada, por empréstimo. Foi campeão brasileiro pelo Cruzeiro em 2003.

Mariano, lateral-direito do Bordeaux (FRA) - Melhor da posição no Campeonato Brasileiro de 2010, conquistado pelo Fluminense. Está na França desde 2011. Deixou saudade no torcedor tricolor.

Danilo, zagueiro da Udinese (ITA) - Está no futebol italiano desde 2011. Antes, se destacou por Palmeiras e Atlético-PR. Com 29 anos, nunca conquistou um título nacional.


Mario Fernandes, zagueiro da CSKA (RUS) - Também pode atuar na lateral direita. Teve boa passagem pelo Grêmio. Foi convocado pela Seleção, mas se recusou a entrar em campo.

Michel Bastos, lateral-esquerdo do Lyon (FRA) - Foi titular na Copa do Mundo de 2010. Depois, nunca mais foi convocado. Está emprestado ao Schalke 04, da Alemanha. Já afirmou que gostaria de seguir no país europeu. Mas quem sabe uma oferta não faça o jogador mudar de ideia?

Jucilei, volante do Anzhi (RUS) - Lançado por Mano Menezes no Corinthians, atuava como primeiro volante. Chegou à Seleção Brasileira, mas fez apenas duas partidas.


Fábio Rochemback, volante do Dalian Aerbin (CHN) - Volante revelado pelo Inter, que também teve passagem pelo Grêmio. Rodou o mundo e veio parar na China. Tem 31 anos e ainda pode dar caldo.

Giuliano, meia do Dnipro Dnipropetrovsk (UCR) - Sensação do Internacional na conquista da Libertadores de 2010. Na ocasião, foi um reserva capaz de mudar uma partida quando era colocado em campo. Foi o xodó colorado naquele título.

Ilsinho, meia do Shakhtar Donetsk (UCR) - Começou a carreira como lateral-direito ate tornar-se um meia na Ucrânia. Ainda não conseguiu firmar-se no futebol europeu.

     
Dentinho, atacante do Shakhtar Donetsk (UCR) - Sem espaço no clube ucraniano, foi emprestado ao Besiktas, da Turquia. No Brasil, formou dupla de ataque com Ronaldo Fenômeno pelo Corinthians.

Ricardo Oliveira, atacante do Al Jazira (EAU) - Com 33 anos, ainda pode ser útil a muitas equipes no Brasil. É um jogador rodado e às vezes mencionado em épocas de vaivém.

RESERVAS

Rubinho, goleiro da Juventus (ITA) - Ex-corintiano. Tem 30 anos, idade ideal para um goleiro. Acabou de assinar com a Velha Senhora, mas, certamente, será um dos reservas da lenda Buffon.

Fagner, lateral-direito do Wolfsburgo (ALE) - Seria um ótimo reforço para qualquer clube brasileiro. No ano passado, deixou o Vasco no auge da carreira.


Naldo, zagueiro do Wolfsburg (ALE) - Defensor que sabe cobrar faltas muito bem. Está desde 2005 no futebol alemão. O Internacional já tentou, em vão, contratá-lo.


Maicosuel, meia da Udinese (ITA) - Teve a última temporada prejudicada pelo pênalti perdido contra o Braga. A cavadinha frustrada deixou o time fora da Liga dos Campeões e o meia no banco de reservas em diversas partidas.

Jorge Wagner, meia do Kashiwa Reysol (JPN) - Experiente, conquistou títulos relevantes pelo São Paulo. Poderia retornar ao Brasil para encerrar a carreira.


Alex, meia do Al-Gharafa (QAT) - Teve uma grande passagem por Internacional e foi regular no Corinthians, clube pelo qual ganhou a última Libertadores. Pode jogar de segundo atacante quando for preciso.

Dudu, atacante do Dínamo de Kiev (UCR) - Campeão do Mundial Sub-20 em 2011, se destacou nas categorias de base do Cruzeiro, teve curta passagem pelo Coritiba e saiu cedo do país. É promissor. Tem apenas 21 anos.