icons.title signature.placeholder João Pires
15/04/2014
14:22

O título carioca do Flamengo, conquistado no último domingo após empate em 1 a 1 com o Vasco, foi motivo de alegria para os rubro-negros, que vinham de eliminação na Copa Libertadores. Por outro lado, foi motivo de contestação de muitos em função do gol irregular de Márcio Araújo, do Fla, no fim da partida. Neste último caso se encaixa o ex-jogador Jairzinho.

O craque da Copa do Mundo de 1970 se mostrou chateado com a maneira que o título foi definido no Maracanã. O ex-jogador de Botafogo e Cruzeiro ressaltou que erros como esse da arbitragem prejudicam a evolução do futebol.

- Esses árbitros deveriam ser punidos, porque em dois jogos o cara está a cinco metros do gol, só está ali para isso, que é determinar se o gol foi lícito ou ilícito, e ele se omite. É um incapaz. Prejudica a essência, a evolução e o sucesso do futebol do Rio de Janeiro - disse Jairzinho.

Marcelo de Lima Henrique, árbitro da partida do último domingo, defendeu a profissionalização dos árbitros em entrevista ao L!Net nesta segunda-feira. Aos 69 anos, Jairzinho também defende a causa:

- Muitos árbitros não têm formação. A pessoa tem que ser formada, os árbitros deveriam estar em um componente semelhante ao clube de futebol. Eles têm que ser remunerados para terem uma cobrança maior. Mas, são prestadores de serviços e por isso atuam dessa forma.

Entretanto, o que mais causa revolta no "Furacão da Copa de 70" é a declaração dada pelo goleiro Felipe, do Flamengo, que falou que "ganhar roubado é melhor". O ex-atacante diz que o camisa 1 deveria ser punido.

- Acho uma vergonha, ele (Felipe) deveria ser punido. É uma pena que vivemos situações como essa. Em meio à modernização do futebol, ainda vemos esses quadrados da vida, que são na realidade umas pedras que não deveriam estar ali. Para você ser um desportista, tem que ter cultura. Tem que saber competir defendendo as suas cores, mas respeitando aqueles que te dão a oportunidade de ganhar honestamente - concluiu Jairzinho.