icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
12/03/2014
12:50

Pato faz sua estréia pelo São Paulo na noite desta quarta-feira, contra o CSA, pela Copa do Brasil, em Alagoas. E fará mais pressionado em relação à chegada ao clube do Morumbi. Pelo menos, na visão de Jadson.

Para o meia-atacante do Corinthians, envolvido na troca entre os dois clubes, as boas atuações com a camisa alvinegra pressionaram o camisa 7 do Tricolor, que ainda não entrou em campo.

- Eu atuando bem aqui, ele vai querer atuar bem lá, mostrar seu valor lá, ele vai motivado, sim. Ele é um grande profissional e tem tudo para ajudar sua equipe. Fico feliz de ter o reconhecimento da torcida pelo que venho fazendo aqui no Corinthians, Pato é um amigo, desejo toda sorte do mundo para ele - afirmou o jogador, que também falou sobre uma possível entrega do rival para prejudicar sua equipe.

O camisa 10 do Timão negou que a equipe de Mano Menezes tenha dependência do seu futebol, mesmo diante do fato de o Alvinegro ter ficado invicto com ele em campo e ter perdido do São Paulo sem sua presença.

- Não, claro que não. O elenco aqui era de qualidade, de jogadores com história e campeões, estou aqui para ajudar, o elenco todo depende um do outro - ponderou.

Por fim, Jadson falou sobre a adaptação ao ambiente corintiano. O meia-atacante demonstrou felicidade pelo que vem vivendo fora das quatro linhas.

- Fui bem recepcionado por todos, a torcida estava meio receosa, tenho de provar a cada jogo, quero ajudar meus companheiros, estou muito feliz com o que está acontecendo.
A motivação, a confiança, o apoio do grupo e da torcida, isso foi fundamental. Eu vinha atuando pouco, sem ritmo, mas cheguei e tive a confiança do treinador e dos meus companheiros - finalizou.

Jadson voltará à equipe contra o Penapolense, no próximo domingo, em Penápolis.