icons.title signature.placeholder Marcello Vieira
29/12/2013
10:14

Antes do presidente Peter Siemsen viajar para a França e definir Ricardo Tenório como novo vice de futebol, uma queda de braço entre o mandatário e Celso Barros, presidente da patrocinadora do Fluminense, estourou na grande mídia.

Enquanto Peter desejava a contratação de Ney Franco, Celso queria Renato e admitia fazer um esforço maior por aquele que acabou se tornando o novo treinador tricolor. Segundo Jackson Vasconcelos, a relação entre Fluminense e Unimed segue intacta:

– Não participo muito da relação pessoal entre o Peter e o Celso, mas do ponto de vista institucional nada se modificou neste período. Falou-se muito tempo que a relação entre os dois estava ruim e acabaram assinando a renovação de contrato. Depois foi a discussão dos técnicos. Os dois acertaram a escolha do Renato Gaúcho. Talvez o Peter, pelo que disse, quisesse um outro técnico, mas chegaram num consenso. Os jogadores que tinham relação com a Unimed ficaram no elenco. A relação é boa.