icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
12/11/2013
13:13

Alvo de alguns dos principais clubes do mundo na última janela de transferências, como Barcelona, Borussia Dortmund e Manchester United, Jackson Martínez falou que tem vontade de deixar o Porto. O Cha Cha Cha já confirmou algumas vezes que está próximo de renovar contrato e aumentar a multa rescisória para 50 milhões de euros (mais de R$ 150 milhões) e mostra-se grato ao Dragão, mas não esconde o desejo de sair em breve.

- Neste momento é a realidade... Os anos passam e tenho a expectativa de, algum dia, fazer uma boa transferência. Isso depende, naturalmente, do clube, pois o Porto é um clube que se caracteriza por vender muito bem os seus jogadores. Mas o fato de ficar ou sair depende da decisão do Porto. Se ficar e aumentar o contrato, abre a possibilidade de ficar mais tempo. A saída é só se houver algo de concreto - disse o colombiano no aeroporto do Porto, ao embarcar para Bruxelas, aonde enfrenta o seu companheiro Defour e a seleção da Bélgica.

Jackson ainda se defendeu das acusações de não estar jogando tão bem nesta temporada, justamente por não ter sido vendido.

- Posso dar uma explicação. Se estivesse jogando na temporada anterior e tivesse renovado, o que estariam dizendo agora? Se não estivesse bem já teria manifestado publicamente, mas não tenho nenhuma queixa contra o Porto. As coisas devem falar-se no interior de um clube e não trazê-las para fora. Não ter ainda renovado nada tem a ver com o momento. Se houver renovação, tudo bem; se não houver, seguirei contente no clube. Continuarei com vontade e a dar tudo de mim para ajudar o Porto - garantiu.