icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
20/11/2014
10:57

Ronaldo Jacaré ostenta, desde 2012, uma invencibilidade de sete combates. A excelente série de vitórias nos maiores eventos do mundo - neste período, foram três resultados positivos no extinto Strikeforce e quatro no UFC - renderam ao lutador uma posição privilegiada dentro de sua categoria no Ultimate. No dia 28 de fevereiro de 2015, ele retorna aos octógonos contra o cubano Yoel Romero, em duelo válido pelo UFC 184, que será disputado em Los Angeles (EUA). O combate faz parte do card principal do evento que tem como maior atração a disputa de cinturão da divisão dos médios entre Chris Weidman, atual campeão, e Vitor Belfort.

O anúncio do combate contra Romero não chegou a surpreender o brasileiro, que já havia colocado o cubano em uma lista de possíveis adversários. Respeitoso, Jacaré elogia as qualidades do cubano no wrestling, mas acredita que seu jiu-jitsu pode, novamente, ser um diferencial.

- Quando recebi a notícia de que enfrentaria o Yoel Romero não fiquei surpreso. Ele está bem ranqueado na categoria e está vindo de boas vitórias. É um atleta muito forte e explosivo. Em relação à luta, acho que vai ser um duelo duro e muito disputado. Ele é um cara muito forte no wrestling e eu também pretendo usar minha parte de chão. Acho que posso vencer qualquer um com o meu jiu-jitsu. E é isso que vou levar para esta luta - comentou o lutador, via assessoria de imprensa.

Em fase final de recuperação de uma cirurgia no cotovelo direito, o capixaba já está planejando seu próximo camp. Retornando aos treinamentos em ritmo moderado, o atleta prevê que dentro de duas semanas voltará aos treinamentos mais intensos.

Jacaré finalizou Gegard Mousasi em sua última luta (FOTO: Getty Images)

- Estou voltando a treinar aos poucos, creio que daqui a duas semanas já estarei 100%. Tive uma melhora muito boa após a cirurgia e estou sendo cuidadoso, pois foi uma operação complicada. Estou atento para não me lesionar novamente e isso não vai ser problema. Meu camp permanece o mesmo, com o Josuel Distak, na parte de boxe e MMA, Rogério Camões, na preparação física, Pedro Rizzo, no muay thai, e Sylvio Behring, no jiu-jitsu. Além disso, conto o auxílio de todos os meus companheiros da X-Gym para me deixar muito bem para o combate - explicou.

Bem situado dentro da categoria, Ronaldo Jacaré é constantemente apontado como um dos possíveis candidatos ao título dos médios. Focado em seu próximo desafio, ele reafirma o desejo de tornar-se campeão da organização, mas pretende ir passo a passo.

- O Belfort e o Weidman vão se enfrentar em fevereiro e se eu fosse esperar eles lutarem, teria que esperar aproximadamente nove meses parado e isso não estava nos meus planos. O Dana White estava certo quando disse que eu teria de fazer mais uma luta. Tenho que focar bastante no próximo adversário, que é muito duro dentro da divisão. Depois desse combate estarei pronto para disputar esse cinturão - concluiu o lutador.