icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
02/07/2014
17:59

Ivan Rakitic é o novo meio campo do Barcelona. Embora tenha nacionalidade croata, o novo jogador do Barça nasceu na cidade suíça de Möhlin. Este detalhe serve como exemplo dos marcantes laços entre Barcelona e Suíça. A história já é conhecida, mas a memória de um clube sempre exalta seu futuro.

Nascido em Winterthur, na Suiça, Hans Gamper, juntamente com o seu compatriota Walter Wild, fundaram o FC Barcelona, no final do século XIX. Quando o FC Barcelona foi fundado no "Solé Gymnasium", em 29 de Novembro de 1899, um dos doze membros fundadores que estamparam as suas assinaturas no contrato de sociedade, havia três suíços, pois além de Wild e Gamper havia Otto Kunzle.

Nessa reunião Walter Wild foi nomeado presidente do FC Barcelona, o primeiro da história do clube. No início do século passado, era comum ver os jogadores suíços nos elencos dos catalães. Além do já mencionado Gamper (1899-1903), Wild (1899-1901) e Kunzle (1899), a história registra a presença de Schilling (1899), Viderkehr (1901-1902), Meyer (1901-1904), Gass (1902 - 03), Fischer (1902-1904), Gaissert (1902-1903) e Fonquernie (1909).

Entre eles, além da extraordinária figura de Joan Gamper, que marcou 120 gols em 51 jogos, vale a pena destacar George Meyer, um meio campo de rara técnica. Um dos detalhes do "mito de Meyer" era que o craque jogava com um olho de vidro. Muitos anos depois, já na temporada 1994/95, foi meia suiço Luis Cembranos que jogou em seis partidas oficiais pelo clube, antes de ser transferido para o Espanyol.

E MAIS:
> Diário espanhol divulga três nomes para o Barcelona no próximo mercado
> Manchester United entra na briga com o Barça por Cuadrado, diz jornal
> Kaká é apresentado nos EUA e tem empréstimo ao Tricolor confirmado
> Fim da novela! Chelsea confirma a contratação do atacante Diego Costa
> São Paulo firmará parceria com clube dos Estados Unidos