icons.title signature.placeholder Carlos Eduardo Sangenetto
14/04/2014
17:34

A ex-jogadora de vôlei de praia Isabel não teve um fim de semana dos melhores em Salvador. Mãe de três filhos bem sucedidos no esporte - Maria Clara/Carolina, que formam uma dupla, e Pedro Solberg -, viu todos eles serem eliminados no sábado, nas semifinais do Super Praia, competição inédita que reuniu as oito melhores parcerias do ranking brasileiro.

Atual treinadora-auxiliar de Wanderlei Silva no TUF Brasil 3, esteve na arena montada na Praia da Armação, na capital baiana para torcer para seus herdeiros. Ela vibrou, se contorceu, incentivou, mas não teve sucesso, principalmente quando o filho Pedro Solberg enfrentou o baiano Ricardo, que recebeu grande apoio das arquibancadas. Solberg, ao lado do veterano Emanuel, perdeu por 2 sets a 1, mas ficou com o terceiro lugar no torneio masculino.  

MAIS SUPER PRAIA:
> Talita e Taiana não dão chance para zebra e conquistam título invicto
> Alison e Bruno Schmidt vencem revanche e levam o Super Praia

Logo em seguida, Isabel acompanhou as filhas Maria Clara e Carolina perderem por 2 sets a 0 para Elize Maia e Fernanda Berti, que foram pela primeira vez disputar um título no cenário nacional do vôlei de praia.

Apesar de eliminarem seus filhos, Ricardo, ao lado de Márcio, e Elize Maia/Fernanda Berti ficaram com o vice-campeonato do Super Praia, que foi conquistado por Alison/Bruno Schmidit e Talita Taiana, respectivamente, na tarde de domingo.