icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
06/12/2013
11:04

Após declarações do técnico da Inglaterra, Roy Rodgson, afirmando que Manaus seria a sede a ser evitada na Copa do Mundo no Brasil, por conta do clima severo para boa parte dos europeus, o prefeito da cidade, Arthur Virgilio Neto (PSDB), respondeu com rispidez ao treinador britânico. Neto também criticou o futebol dos ingleses e afirmou que torcerá para encontrar outras equipes em Manaus, na Copa do Mundo.

- Torcemos para que venha uma seleção melhor, com mais futebol e com técnico mais sensível, culto e educado. Eis uma das poucas pessoas do mundo que não têm curiosidade a respeito da Amazônia, que não sonha em conhecer Manaus - disse o político em nota.

Rodgson, porém, segundo o diário britânico The Guardian, se referiu apenas às condições de jogo desfavoráveis quanto ao clima tropical do estado brasileiro para os que estão acostumados às temperaturas amenas da Inglaterra e do norte da Europa.

- O clima tropical é problema para todos(...), as para os jogadores do norte da Europa será um pouco mais difícil. Tendo em vista o que as pessoas me disseram, Manaus é a sede a ser evitada - disse o treinador ao jornal inglês.

Rodgson e o prefeito Virgilio Neto descobrirão se estarão juntos em Manaus na tarde desta sexta-feira, quando será feito o sorteio dos grupos da Copa do Mundo de 2014, na Costa do Sauípe, às 14h (horário de Brasília), com transmissão em tempo real do LANCE!Net.