icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
17/11/2013
08:00

Invicto há nove rodadas no Campeonato Brasileiro, o Goiás terá o desafio de se manter no G4 da competição neste domingo, quando receberá o Internacional, no Serra Dourada, a partir das 19h30 (de Brasília), em duelo válido pela 35ª rodada da competição e que terá transmissão em tempo real do LANCE!Net.

São sete vitórias e dois empates em seus últimos nove jogos no Brasileirão. Essa sequência invicta garantiu ao Goiás a presença no G4 da competição. Agora, a missão do Esmeraldino será permanecer no grupo dos times que se classificarão para a Libertadores de 2014. E o técnico Enderson Moreira sabe que a tarefa não será das mais simples.


– O mais difícil é se manter no G4. Alguns clubes conseguiram chegar nesse grupo, mas permanecer é difícil e, principalmente, ficar nele até o fim do campeonato. Vamos precisar de muita energia – disse o treinador, em entrevista coletiva, antes de deixar claro: o foco dos seus comandados será atingir a vice-liderança do Brasileiro, o que garantirá a classificação para a fase de grupos da Libertadores.

– Hoje o que é possível alcançar na competição é o vice-campeonato, já que o título já foi decidido, então vamos com todas as nossas forças em busca desse objetivo, apesar de ser muito difícil.

Para enfrentar o Internacional, clube no qual trabalhou entre 2009 e 2011 nas categorias de base, Enderson não poderá contar com o meia-atacante Eduardo Sasha, um dos destaques do time. Ele foi emprestado ao Goiás justamente pelo Colorado e verá Roni atuar em seu lugar neste domingo.

Em contrapartida, o apoiador Hugo volta a ter condições de jogo, após cumprir suspensão automática, e será o substituto de Ramon. Walter está mais do que confirmado entre os titulares para enfrentar a equipe pelo qual atingiu destaque antes de ser negociado com o Porto, em 2010.

INTER TENTA VENCER FORA

Sem rumo no Campeonato Brasileiro, o Internacional enfrenta o Goiás, no Serra Dourada, tentando a primeira vitória de Clemer longe de casa. O comandante tem dois empates e três derrotas atuando longe dos domínios colorados, nas dez partidas no comando. A campanha fora de casa era um trunfo nos tempos de Dunga, quando o Inter chegou a liderar o Brasileiro neste quesito.

O Internacional deve ser o mesmo que entrou em campo na derrota para o Atlético-MG. Clemer não conta com os retornos dos lesionados Juan e Leandro Damião, que tinham alguma chance de integrar a delegação em Goiânia. Gabriel, Ednei, Scocco e Kleber seguem de fora. Assim, Cláudio Winck continua na lateral direita, mesmo que o clube tenha detectado uma ansiedade nos jovens na derrota para o Galo.

A mudança que ocorerrá será no ataque. Clemer retira Caio, que não conseguiu dar ao treinador os contra-ataques esperados contra os mineiros, e escala Rafael Moura, que passa por um período de jejum. A ideia é que o jogador consiga segurar mais a bola no ataque, para que os meias colorados fiquem mais próximos.

- No jogo com o Atlético-MG puxei pela velocidade. O Caio não rendeu e quando colocamos o Rafael, ele segurou mais a bola na frente, começamos a jogar dentro do adversário. Precisamos segurar a bola na frente - disse o técnico Clemer.

FICHA TÉCNICA

GOIÁS X INTERNACIONAL

Local: Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Data-Hora: 17/11/2013 – 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Wágner Reway (MT)
Auxiliares: Lincoln Ribeiro Taques (MT) e Paulo César Silva Faria (MT)

GOIÁS: Renan, Vitor, Ernando, Rodrigo e William Matheus; Amaral, David, Renan Oliveira, Hugo e Roni; Walter – Técnico: Enderson Moreira.

INTERNACIONAL: Muriel; Cláudio Winck, Jackson, Alan e Fabrício; João Afonso, Willians, Otávio, D'Alessandro e Jorge Henrique; Rafael Moura - Técnico: Clemer.