icons.title signature.placeholder Eduardo Mendes, Maurício Oliveira e Thiago Salata
23/06/2014
10:04

O Brasil voltará a pegar uma seleção africana pela terceira vez consecutiva em Copas. No total, são seis confrontos contra equipes do continente e um aproveitamento de 100% cercado por uma coincidência no placar que não se repetiu apenas uma vez.

Nas seis ocasiões que os brasileiros enfrentaram africanos em Mundiais, cinco vitórias tiveram em comum três gols anotados. Somente no torneio de 1986 que a Seleção, que na época enfrentou a Argélia, triunfou pelo placar mínimo.

Até a Copa de 2010, quando os comandados por Dunga pegaram a Costa do Marfim, o Brasil havia enfrentado times distintos da África. Pela primeira vez, agora, uma equipe volta a cruzar o caminho dos brasileiros. Camarões foi adversário em uma Copa pela primeira vez em 1994. No ano do tetracampeonato, Romário, Márcio Santos e Bebeto decretaram a vitória por 3 a 0.

Ao se considerar apenas o retrospecto do time principal do Brasil contra os camaroneses, a vantagem continua sendo da Seleção, mas com ressalva. A única derrota para os rivais da tarde de hoje em Brasília aconteceu na estreia da Copa das Confederações de 2003, quando a equipe era dirigida por Carlos Alberto Parreira.

O gol marcado por Samuel Eto'o na época não determinou só o revés como, após o término da fase de grupos, significaria a eliminação do Brasil de maneira prematura.

Além disso, esse gol decreta a única derrota brasileira em 33 confrontos diante seleções africanas na história. No total, são registrados ainda 88 gols a favor e somente 13 contra, incluindo o de Eto'o.

SELEÇÃO BRASILEIRA CONTRA AFRICANOS EM COPAS

Brasil 3 x 0 Zaire - 1974
Brasil 1 x 0 Argélia - 1986
Brasil 3 x 0 Camarões - 1994
Brasil 3 x 0 Marrocos - 1998
Brasil 3 x 0 Gana - 2006
Brasil 3 x 1 Costa do Marfim - 2010