icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
28/12/2013
19:47

Uma cena inusitada marcou a última rodada do primeiro turno do Campeonato Inglês. O meia Huddlestone, ao marcar o quarto gol do Hull City na goleada sobre o Fulham por 6 a 0, correu para o abraço e, sem perder tempo, teve parte da cabeleira cortada.

O próprio jogador havia feito uma promessa - em 2011 quando defendia o Tottenham -, que não cortaria o cabelo até balançar redes de um adversário. Foram 54 partidas em branco num período marcado por lesões e falta de sequência.

Curiosamente, o jogador está completando 27 anos neste sábado.