icons.title signature.placeholder Thiago Fernandes
25/04/2014
18:06

A manutenção de Willian está no planejamento da diretoria do Cruzeiro. O contrato do jogador com o clube se encerra no dia 14 de julho e, segundo Jader Brazeiro, representante do Metalist Kharkiv no Brasil, a Raposa precisa se manifestar até o dia 30 de maio. A cúpula celeste reconhece que o valor da multa – € 4 milhões (cerca de R$ 12,5 milhões) – é considerado alto, mas não desiste de contar com o atacante em seu elenco.

O diretor de futebol Alexandre Mattos explica que, embora seja necessário desembolsar uma quantia elevada, existe a possibilidade de negociar uma redução do preço do atleta.

– O valor de € 4 milhões é alto para qualquer clube do Brasil. Não só para o Cruzeiro, precisamos avaliar a maneira de negociar. Quando o Diego Souza foi para o Metalist, eles vieram com uma proposta de € 3,5 milhões, mas saíram daqui com uma proposta de € 6,5 milhões mais o Willian. Vamos resolver com calma – disse.

Outro ponto que, segundo o presidente Gilvan de Pinho Tavares, atrapalha as tratativas é a situação do país. O ex-mandatário do Metalist, Sergey Kurchenko, deixou a Ucrânia após o chefe de estado Viktor Yanukovich, seu aliado político, ser deposto.

– Vamos fazer todo o esforço possível para manter o Willian, ele é titular do Cruzeiro. Às vezes, não começa jogando, mas é titular do Cruzeiro. A gente está tendo dificuldades pelos acontecimentos da Ucrânia. Dificultou um pouco o contato. Estamos fazendo todos os esforços, temos esperança que ele vai continuar no Cruzeiro – comentou o cartola.

O representante do Metalist no Brasil, Jader Brazeiro, revelou ao L!Net, no decorrer desta semana, que existe o desejo de um clube paulista no atacante. Ele, no entanto, não revelou qual é o interessado. Vale lembrar que o atleta teve passagem vitoriosa no Corinthians.