icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
04/06/2014
08:24

Um dos trunfos do Internacional na temporada tem sido a parte coletiva. Situação que ficou prejudicada a partir da quarta rodada do Brasileirão, quando o time titular começou a se esfacelar. Com a parada para a Copa do Mundo, o Colorado terá tempo para remontar a equipe e aproveitar os reforços.

Antes do empate com o Fluminense, em entrevista coletiva, o técnico Abel Braga afirmou que Inter, Grêmio, Cruzeiro e Fluminense são os times que tem os melhores conjuntos do Brasil. Mas que o Inter não contava com esta qualidade por conta dos vários desfalques. Contra o Atlético-PR, a saga teve início, com a lesão de Paulão. No jogo seguinte, com o Criciúma, Abel não contou com mais Gilberto e Aránguiz.

O auge dos problemas foi contra o Coritiba, na quinta rodada, quando o treinador também perdeu Juan e Willians, suspensos, e Rafael Moura, lesionado, e durante a partida viu Alex e Alan Patrick saírem machucados.

Com a parada para a Copa do Mundo, o Inter terá tempo para recuperar os quatro lesionados que estavam fora de ação: Paulão, Alex, Rafael Moura e Otávio, sendo os três primeiros titulares. Gilberto e Aránguiz, que ficaram as últimas quatro partidas de fora, também retornam.

Além dos jogadores recuperados fisicamente, Abelão também saúda a chegada dos dois reforços contratados até o momento: o lateral-direito Wellington Silva e o atacante Martín Luque.

- Estava sem dois jogadores pelo lado direito da defesa, dois no meio, mais o Moura. São cinco titulares. Não sei se vão ser depois. Mas que o coletivo está prejudicado, estava. Todos vão voltar e teremos mais o Luque e o Wellington Silva - saudou Abel.

O novo lateral deve ser anunciado de forma oficial nesta quarta-feira. Sua apresentação deve acontecer à tarde.

Antes da Copa, sul-americanos movimentam mercado da bola