icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
10/07/2013
12:13

O volante Willians será desfalque para o Internacional na noite desta quarta-feira, para o confronto com o América-MG, pela Copa do Brasil. O volante, que retornaria ao time após cumprir suspensão no Brasileirão, ainda não está inscrito na CBF após a sua mudança de contrato e é problema de última hora para Dunga.

O meio-campista firmou um primeiro contrato de seis meses com o clube gaúcho, emprestado da Udinese, para que os italianos não perdessem a vaga para estrangeiros, até o dia 30 de junho. Manobra bastante comum entre os europeus. Depois, assinaria por três anos o vínculo com o Colorado. No entanto, até o momento, os europeus ainda não enviaram um documento que garante a liberação do volante, prometido para o início de julho. Assim, o jogador não está regularizado no BID da CBF e não pode atuar.

Agora, Dunga ganha mais um problema para armar o time, já que não conta com o lateral-esquerdo Fabrício, suspenso por sua expulsão contra o Santa Cruz, e que atuou no meio na vitória por 5 a 3 sobre o Vasco. O comandante colorado pode optar por Dátolo ou por improvisar o zagueiro Jackson no meio-campo - isso vem acontecendo em alguns treinamentos e até na vitória sobre os cariocas.

O time que deve entrar em campo tem Muriel; Gabriel, Índio, Juan e Kleber; Airton, Jackson (Dátolo), Josimar e D'Alessandro; Forlán e Rafael Moura. O atacante Jorge Henrique ainda está gripado e por isso pode ser sacado do time. Se foi avaliado como bem para atuar, fica com a vaga de He-Man ao lado do uruguaio.

O volante Willians será desfalque para o Internacional na noite desta quarta-feira, para o confronto com o América-MG, pela Copa do Brasil. O volante, que retornaria ao time após cumprir suspensão no Brasileirão, ainda não está inscrito na CBF após a sua mudança de contrato e é problema de última hora para Dunga.

O meio-campista firmou um primeiro contrato de seis meses com o clube gaúcho, emprestado da Udinese, para que os italianos não perdessem a vaga para estrangeiros, até o dia 30 de junho. Manobra bastante comum entre os europeus. Depois, assinaria por três anos o vínculo com o Colorado. No entanto, até o momento, os europeus ainda não enviaram um documento que garante a liberação do volante, prometido para o início de julho. Assim, o jogador não está regularizado no BID da CBF e não pode atuar.

Agora, Dunga ganha mais um problema para armar o time, já que não conta com o lateral-esquerdo Fabrício, suspenso por sua expulsão contra o Santa Cruz, e que atuou no meio na vitória por 5 a 3 sobre o Vasco. O comandante colorado pode optar por Dátolo ou por improvisar o zagueiro Jackson no meio-campo - isso vem acontecendo em alguns treinamentos e até na vitória sobre os cariocas.

O time que deve entrar em campo tem Muriel; Gabriel, Índio, Juan e Kleber; Airton, Jackson (Dátolo), Josimar e D'Alessandro; Forlán e Rafael Moura. O atacante Jorge Henrique ainda está gripado e por isso pode ser sacado do time. Se foi avaliado como bem para atuar, fica com a vaga de He-Man ao lado do uruguaio.