icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
19/04/2014
10:08

Um Internacional ofensivo. É o que o torcedor pode esperar já a partir deste sábado, na estreia do Campeonato Brasileiro, contra o Vitória, no Beira-Rio. Mas não só em casa, também fora de Porto Alegre. O técnico Abel Braga usa o seu Fluminense campeão brasileiro de 2012 como exemplo de postura que quer para o Inter na competição.

Abelão considera o Colorado um time ofensivo. No papel, isso se reflete: há apenas um volante de origem na equpe, Willians. O setor é formado por meias, com D'Alessandro, Aránguiz, Alex e Alan Patrick, além de Rafael Moura.

- Tem que fazer do próximo jogo sempre o mais importante. Ficamos sem Vagner, Deco, Carlinhos e Fred e a coisa não deixou de andar no Fluminense. Fomos a equipe que mais pontos conquistou fora de casa, e isso fez a direferença. Claro que a gente sabe que o percentual maior é em jogos em casa. Mas não pode mudar a maneira de jogar. E não fizemos isso no Fluminense. Contra quem fosse, onde fosse. Tínhamos uma maneira de entrar em campo. Um time ofensivo. Igual aqui - comentou Abel Braga.

O treinador também acha que o Colorado terá dificuldades no Beira-Rio. Apesar de colocar o estádio como o "maior reforço" do elenco e sinônimo de proteção para o time, espera equipes fechadas como rivais, já como o Vitória, hoje.

- O mais importante de tudo é fazer cada jogo como se fosse de título. Sabemos que poucas equipes vão chegar no Beira-Rio e se atirar para cima do Inter. Vão jogar no contra-ataque. O Vitória tem o Dinei, que é muito bom na bola área, e o Marquinhos, que é extremamente rápido. Os jogadores sabem como o adversário vai jogar, mas temos que olhar para dentro de nós mesmos - avaliou o treinador.

O Inter está confirmado para o jogo de logo mais, com Dida; Cláudio Winck, Paulão, Juan e Fabrício; Willians, Aránguiz, Alex, D'Alessandro e Alan Patrick; Rafael Moura. O jogo acontece às 18h30 e tem Tempo Real pelo LANCE!Net.