icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
18/02/2015
00:28

Bicampeão da Libertadores, o Internacional escalou os 3.640 m de altitude de La Paz (BOL), nesta terça-feira, para enfrentar o The Strongest, pelo Grupo 4,  e começar a asfaltar o caminho rumo ao terceiro título. Entretanto, a equipe do técnico Diego Aguirre foi derrotada, por 3 a 1, em partida válida pela primeira rodada da fase de grupos da competição. Totalmente dominado na primeira etapa, o Colorado levou dois gols em cinco minutos. No segundo tempo, os vermelhos reagiram, mas sofreram o castigo no fim.

DESORGANIZADO, INTER É DOMINADO

No primeiro lance da partida, o Strongest mostrou a que veio. Após sobra da defesa, Pablo Escobar bateu, mas a zaga do Inter afastou o perigo. Aos quatro, o Inter respondeu. D'Alessandro fez boa jogada na intermediaria e lançou Nilmar em velocidade. O atacante ganhou da defesa, invadiu a área e bateu para a defesa de Vaca. O Tigre deu o troco com Pablo Escobar, que chutou de fora para defesa do goleiro colorado.

No décimo minuto, o que era temido aconteceu. Cristaldo bateu e, no rebote de Alisson, Chumacerro abriu o marcador. Quatro minutos depois, Escobar chutou mascado, mas o tiro virou uma assistência. Ramallo aproveitou e colocou nas redes: 2 a 0. Desorganizado, o Inter não criava e se via pressionado pela ofensiva boliviana. Aos 36, Aguirre percebeu que Anderson não estava apresentando bom rendimento e trocou o meia por Vitinho. No fim da etapa, Nilton tentou chute da intermediaria, mas não foi feliz.

COLORADO REAGE, MAS SOFRE CASTIGO NO FIM

O Internacional voltou dos vestiários com outra postura. Mais sóbrio, o time gaúcho iniciou a segunda etapa com mais tranquilidade para trabalhar as jogadas. Logo aos dois, a mudança surtiu efeito. Após escanteio, Alan Costa desviou e Cristaldo tocou com o braço dentro da área. Pênalti. D'Alessandro foi para a bola e, com força, diminuiu para os visitantes. Poucos instantes depois, o Colorado quase chegou à igualdade no placar. Fabrício apareceu na grande área e quase completou cruzamento de Nilmar. A partida ficou equilibrada. Aos 12, Escobar experimentou de fora e Alisson defendeu mais uma vez.

Em contragolpe, Escobar cruzou para Ramallo, que, em belo voleio, quase ampliou para os Tigres. Quando o relógio marcava 23 minutos da segunda etapa, o Inter teve a melhor chance para empatar o embate. Vitinho surgiu no meio da área e completou cruzamento na trave. Logo após, D'Alessandro fez bela jogada pela direita da área e cruzou, mas Sasha foi bloqueado. O time boliviano foi para o ataque com tudo. Escobar, de novo ele, limpou a marcação e chutou e a bola explodiu no travessão de Alisson. Aos 40, o defensor da meta colorada não teve como evitar o pior. Escobar deu lindo passe para Chumacerro. O meia driblou Alisson e completou para as redes, garantindo os primeiros três pontos dos Tigres no Grupo 4.

[[GAL:LANPGL20150218_0002]]

FICHA TÉCNICA
THE STRONGEST (BOL) 3X1 INTERNACIONAL

Local: Hernando Siles, em La Paz (BOL)
Data-hora: 17/02/2015 - 22h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Adrián Vélez (BOL)
Assistentes: Wilmar Navarro (BOL) e Rafael Rivas (BOL)

Cartões amarelos: Veizaga, Centurión (STR) Alan Costa, Fabrício, Nilton (INT)
Cartão vermelho: Nilmar (INT)

Gol: Chumacerro, 10'/1ºT (1-0); Ramallo, 14'/1ºT (2-0); D'Alessandro, 3'/2ºT (2-1); Chumacerro, 40'/2ºT (3-1);

THE STRONGEST: Daniel Vaca; Vayar, Centurión, Marteli e Torrico; Castro, Veizaga, Chumacerro (Bajter - 43'/2ºT), Cristaldo (Soliz - 20'/2ºT) e Escobar; Ramallo (Mendes - 29'/2ºT). Técnico: Néstor Craviotto

INTERNACIONAL: Allison; Léo, Alan Costa, Ernando e Fabrício; Nilton. Aránguiz, Anderson (Vitinho - 36'/1ºT) e D'Alessandro; Eduardo Sasha (Rafael Moura - 29'/2ºT) e Nilmar. Técnico: Diego Aguirre