icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
11/04/2014
08:01

A vantagem foi estabelecida, impossível negar. E com autoridade, uma virada em um segundo tempo impecável na casa do rival. Mas o Internacional pouco se importa com isso, aparentemente. Os colorados fazem de tudo para minimizar o que o 2 a 1 pode proporcionar para o jogo deste domingo. E estão preocupados com a defesa.

A vitória na casa do rival dá a oportunidade de o Inter ser campeão até mesmo perdendo como mandante. Os colorados, porém, pregam cautela. Citam a todo momento 2011, quando o Colorado reverteu vantagem conseguida pelo Tricolor no Beira-Rio.

- Já vimos resultados quase sacramentados, de um time que estava perto, ser mudado. Futebol é jogado dentro de campo. Precisamos trabalhar dentro de campo. Isso pode ser trabalhado dentro de campo. O nosso nível de futebol. Uma equipe experiente, que vem em um momento muito positivo. Precisamos jogar muito bem para frear o momento em que eles vivem - destacou o meia Alex.

- É jogar e vencer. A vantagem fica de lado para sair com a vitória - sentenciou Willians.

O principal cuidado é para que o Grêmio não marque. E que não faça isso muito cedo, para não jogar uma pressão maior para o Inter. Por isso, o camisa 12 pede atenção às armas ofensivas gremistas. Luan será desfalque e Alán Ruiz estará em seu lugar.

- Se tomamos um gol, o jogo pega fogo. Não queremos dar a arma para o adversário. Fazer o tempo passar, mas sem ficar lá atras. É muito pequena a diferença, não vamos jogar com isso - garantiu Alex.

O Colorado treinará na manhã desta sexta e de sábado antes de viajar para Caxias do Sul, local da partida. Entrará em campo com Dida; Gilberto, Paulão, Juan e Fabrício; Willians, Aránguiz e Alex; D'Alessandro, Rafael Moura e Alan Patrick.