icons.title signature.placeholder Eduardo Moura
10/06/2014
15:36

O Internacional já tem o novo contrato com o chileno Charles Aránguiz assinado até o meio de junho de 2019. O clube gaúcho ainda não confirma a contratação em definitivo do chileno, mas já tem o documento firmado com o jogador para quando terminar as trocas documentais com o Granada (ESP) e fazer o anúncio oficial. A previsão dos dirigentes colorados eram de encerrar a negociação antes do início da Copa do Mundo, que será aberta nesta quinta. Praticamente toda a negociação já aconteceu para tranquilizar o jogador na disputa da competição.

A assinatura aconteceu na última semana, na sede do Chile para a Copa do Mundo, em Belo Horizonte. O vice de futebol Marcelo Medeiros foi ao local para levar o novo acordo, que já estava alinhavado com o meio-campista.

O negócio gira em torno dos US$ 7 milhões, com comissões necessárias, o que dá R$ 15,6 milhões. O valor do jogador estava fixado em US$ 5 milhões (R$ 11 milhões) desde quando do acerto do jogador no início do ano. Aránguiz estava emprestado ao Inter até agosto, que era o limite para os colorados realizarem a compra.

Ainda falta o término da negociação em termos de questões burocráticas. O Colorado finaliza a negociação pelo chileno com os espanhois, que têm o mesmo dono da Udinese (ITA). Ainda não foi depositada o primeiro montante para que Aránguiz seja comprado.

O Colorado já dá a negociação como certa há algum tempo. Principalmente porque já articulava nos bastidores o retorno do investidor Delcir Sonda ao quadro do clube. Além de Martín Luque, argentino de 21 anos, o empresário também ajudou na compra de Aránguiz, dando o valor integral e concedendo dois anos ao Inter para pagar e ter 50% dos dois jogadores.