icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
02/07/2013
19:52

O Internacional está tentando aumentar seu percentual de lucro com o lateral-esquerdo Fabrício. Pretendido pelo futebol turco, o camisa 14 colorado, que neste início de temporada é titular absoluto, tem 50% dos seus direitos econômicos vinculados a Portuguesa. O clube gaúcho, porém, já fez uma proposta para a Lusa para incorporar à sua parte o montante dos paulistas.

- Fizemos uma proposta para a Portuguesa. Estamos aguardando a resposta. Vamos ver com o presidente Giovanni Luigi como está essa negociação - comentou o diretor de futebol Luís Cesar Souto de Moura.

A resposta é aguardada para os próximos dias. Os paulistas estiveram em Porto Alegre e ouviram a oferta colorada para vender a metade restante do jogador. Nos últimos dias, o Inter recebeu uma proposta do Besiktas (TUR), mas prontamente recusada. Além disso, o Galatasaray também seria um dos interessados em contar com o lateral. O preparador de goleiros dos turcos é Taffarel, amigo de Dunga, que visitou o CT colorado na última semana.

Enquanto negocia por metade dos direitos de Fabrício, o Inter também pode contratar o lateral Alan, de 23 anos, da Chapecoense. O jogador foi observado pelo Colorado durante o Gauchão e as negociações começaram há algumas semanas. O valor pedido pelos catarinenses é o entrave. Como o lateral e meia fica livre em novembro, poderia assinar um pré-contrato com o Colorado. O Inter tem sido um dos clubes que movimenta o mercado nesta janela de transferências. O clube gaúcho contratou Jorge Henrique junto ao Corinthians e está próximo de anunciar o meia Alan Patrick, do Shakhtar Donetsk. As conversas iniciaram justamente na venda de Fred para o clube ucraniano. Outro que rumou para a Ucrânia foi Rodrigo Moledo, vendido ao Metalist. Indicado por Dunga, Júlio Baptista é vontade, mas os valores pedidos pelo meia emperram um acerto.

O Internacional está tentando aumentar seu percentual de lucro com o lateral-esquerdo Fabrício. Pretendido pelo futebol turco, o camisa 14 colorado, que neste início de temporada é titular absoluto, tem 50% dos seus direitos econômicos vinculados a Portuguesa. O clube gaúcho, porém, já fez uma proposta para a Lusa para incorporar à sua parte o montante dos paulistas.

- Fizemos uma proposta para a Portuguesa. Estamos aguardando a resposta. Vamos ver com o presidente Giovanni Luigi como está essa negociação - comentou o diretor de futebol Luís Cesar Souto de Moura.

A resposta é aguardada para os próximos dias. Os paulistas estiveram em Porto Alegre e ouviram a oferta colorada para vender a metade restante do jogador. Nos últimos dias, o Inter recebeu uma proposta do Besiktas (TUR), mas prontamente recusada. Além disso, o Galatasaray também seria um dos interessados em contar com o lateral. O preparador de goleiros dos turcos é Taffarel, amigo de Dunga, que visitou o CT colorado na última semana.

Enquanto negocia por metade dos direitos de Fabrício, o Inter também pode contratar o lateral Alan, de 23 anos, da Chapecoense. O jogador foi observado pelo Colorado durante o Gauchão e as negociações começaram há algumas semanas. O valor pedido pelos catarinenses é o entrave. Como o lateral e meia fica livre em novembro, poderia assinar um pré-contrato com o Colorado. O Inter tem sido um dos clubes que movimenta o mercado nesta janela de transferências. O clube gaúcho contratou Jorge Henrique junto ao Corinthians e está próximo de anunciar o meia Alan Patrick, do Shakhtar Donetsk. As conversas iniciaram justamente na venda de Fred para o clube ucraniano. Outro que rumou para a Ucrânia foi Rodrigo Moledo, vendido ao Metalist. Indicado por Dunga, Júlio Baptista é vontade, mas os valores pedidos pelo meia emperram um acerto.