icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
17/07/2013
23:43

Com a vantagem embaixo do braço. O Internacional assim entrou para o duelo com o América-MG, nesta quarta-feira, no Estádio Independência. Sem fazer uma grande exibição, o time de Dunga conseguiu o empate com o Coelho em 1 a 1 e garantiu a classificação para as oitavas de final da Copa do Brasil. Depois de um primeiro tempo melhor dos mineiros, o gol só saiu na segunda etapa, com Ronaldo Alves, contra. Mas D'Alessandro empatou alguns minutos depois e os gaúchos puderam "cozinhar" o jogo até o final, sem sofrer grandes perigos.

O confronto da próxima fase da competição ainda não está definida. Como entram os clubes que estavam na Libertadores - com exceção do São Paulo, que disputa a Copa Sul-Americana e será substituído pelo Vasco -, haverá sorteio. Pelo Brasileirão, o Inter pega o Flamengo, às 16h de domingo, no Centenário, em Caxias do Sul. Já o Coelho encara a Chapecoense pela Série B, no sábado, às 16h20, em Chapecó.

AMÉRICA-MG DOMINA

Parecia uma repetição do Estádio Centenário. O primeiro tempo teve o América-MG mais bem postado em campo e com uma marcação adiantada. Os mineiros estancaram a saída de bola colorado, parando Kleber, Josimar e Fabrício na saída. Assim, o Coelho conseguiu roubar algumas bolas próximo da área colorada, embora sem perigo. Na etapa, cada time teve uma boa chance, mas sem mudanças no placar.


Forlán teve atuação apagada diante do Coelho (Foto: Alexandre Lops/Internacional)

Com o nervosismo do Colorado em não sair jogando, o América conseguiu rondar a área de Muriel. Rodriguinho teve, em sequência, quatro arremates da intermediária. Obrigou o camisa 1 a trabalhar, com espaço na faixa da frente da área. Dali, também, foi o local que Tiago Alves emendou chute forte de canhota, no travessão, aos 26 minutos.

Por outro lado, o Inter cresceu ao final da etapa. D'Alessandro deixou um pouco o meio, já que estava vigiado por Claudinei como em Caxias do Sul, e abriu. Jorge Henrique e Fabrício passaram a cair mais pelo setor. Por ali, o lateral fez tabela com o também lateral Kleber, que entrou na área e bateu rasteiro, para boa defesa de Matheu, aos 39 minutos. Na sequência, aos 41, Forlán driblou Danilo como quis e ajeitou para Josimar, mas a bola se chocou com a rede pelo lado de fora.


D' Alessandro pouco conseguiu criar na primeira etapa (Foto: Alexandre Lops/Internacional)

GOLS, FINALMENTE

Para o segundo tempo, as equipes retornaram da mesma maneira. O Inter, com a vantagem, tratou de administrar o tempo a seu favor. A partida, porém, não teve mudança de panorama. O Coelho continuou melhor na partida. E chegou ao seu gol, com uma ajudinha colorada, é verdade. O zagueiro Ronaldo Alves cortou para o próprio gol, o cruzamento de Leandro Silva e marcou contra aos 13 minutos.

A partir do gol dos mineiros, o Inter passou a sair mais para o jogo. Como se tivesse tudo sob controle, em sua mão. Mais ou menos isso que aconteceu. D'Alessandro lançou Gabriel pela direita. O lateral cruzou para Jorge Henrique, que ajeitou para D'Ale arrematar e empatar a partida.

Na sequência, os técnico fizeram uma série de substituições. Comelli colocou o experiente Fábio Júnior e o atacante Laércio, além do lateral Bryan. Conseguiu uma pequena pressão - Ronaldo Alves quase marcou contra novamente, ao desviar cruzamento de Bryan. O Inter também tentou, com dois cruzamentos que procuravam Forlán, mas foram interceptados por Matheus. O Coelho aplicou uma pressão com cruzamentos e jogadas aéreas, mas sem nenhuma chance de gol. O empate garantiu a classificação colorada para as oitavas de final da Copa do Brasil.

FICHA TÉCNICA
AMÉRICA-MG 1 X 1 INTERNACIONAL

Local: Arena Independência, Belo Horizonte (MG)
Data/hora: 17/7/2013 – 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Edivaldo Elias da Silva (PR)
Auxiliares: Dibert Pedrosa Moisés (RJ) e Luiz H. Souza Santos Renesto (PR)
Público pagante: 1.278
Renda: R$ 26.170,00
Cartões amarelos: Claudinei, Gualberto (AME); D'Alessandro, Muriel, Willians (INT)

Gols: Ronaldo Alves, contra - 13'/2°T (1-0), D'Alessandro - 23'/2°T (1-1)

AMÉRICA-MG: Matehus, Leandro Silva, Gualberto, Vitor Hugo e Danilo (Bryan - 29'/2°T); Claudinei, Andrei Girotto, Kaio (Fábio Júnior - 29'/2°T) e Rodriguinho; Willians (Laércio - 24'/2°T) e Tiago Alves – Técnico: Paulo Comelli.

INTERNACIONAL: Muriel, Gabriel, Índio (Jackson - 31'/2°T), Ronaldo Alves e Kleber (Rafael Moura - 26'/2°T); Willians, Josimar, Fabrício e D'Alessandro; Forlán (Airton - 39'/2°T) e Jorge Henrique – Técnico: Dunga.

Com a vantagem embaixo do braço. O Internacional assim entrou para o duelo com o América-MG, nesta quarta-feira, no Estádio Independência. Sem fazer uma grande exibição, o time de Dunga conseguiu o empate com o Coelho em 1 a 1 e garantiu a classificação para as oitavas de final da Copa do Brasil. Depois de um primeiro tempo melhor dos mineiros, o gol só saiu na segunda etapa, com Ronaldo Alves, contra. Mas D'Alessandro empatou alguns minutos depois e os gaúchos puderam "cozinhar" o jogo até o final, sem sofrer grandes perigos.

O confronto da próxima fase da competição ainda não está definida. Como entram os clubes que estavam na Libertadores - com exceção do São Paulo, que disputa a Copa Sul-Americana e será substituído pelo Vasco -, haverá sorteio. Pelo Brasileirão, o Inter pega o Flamengo, às 16h de domingo, no Centenário, em Caxias do Sul. Já o Coelho encara a Chapecoense pela Série B, no sábado, às 16h20, em Chapecó.

AMÉRICA-MG DOMINA

Parecia uma repetição do Estádio Centenário. O primeiro tempo teve o América-MG mais bem postado em campo e com uma marcação adiantada. Os mineiros estancaram a saída de bola colorado, parando Kleber, Josimar e Fabrício na saída. Assim, o Coelho conseguiu roubar algumas bolas próximo da área colorada, embora sem perigo. Na etapa, cada time teve uma boa chance, mas sem mudanças no placar.


Forlán teve atuação apagada diante do Coelho (Foto: Alexandre Lops/Internacional)

Com o nervosismo do Colorado em não sair jogando, o América conseguiu rondar a área de Muriel. Rodriguinho teve, em sequência, quatro arremates da intermediária. Obrigou o camisa 1 a trabalhar, com espaço na faixa da frente da área. Dali, também, foi o local que Tiago Alves emendou chute forte de canhota, no travessão, aos 26 minutos.

Por outro lado, o Inter cresceu ao final da etapa. D'Alessandro deixou um pouco o meio, já que estava vigiado por Claudinei como em Caxias do Sul, e abriu. Jorge Henrique e Fabrício passaram a cair mais pelo setor. Por ali, o lateral fez tabela com o também lateral Kleber, que entrou na área e bateu rasteiro, para boa defesa de Matheu, aos 39 minutos. Na sequência, aos 41, Forlán driblou Danilo como quis e ajeitou para Josimar, mas a bola se chocou com a rede pelo lado de fora.


D' Alessandro pouco conseguiu criar na primeira etapa (Foto: Alexandre Lops/Internacional)

GOLS, FINALMENTE

Para o segundo tempo, as equipes retornaram da mesma maneira. O Inter, com a vantagem, tratou de administrar o tempo a seu favor. A partida, porém, não teve mudança de panorama. O Coelho continuou melhor na partida. E chegou ao seu gol, com uma ajudinha colorada, é verdade. O zagueiro Ronaldo Alves cortou para o próprio gol, o cruzamento de Leandro Silva e marcou contra aos 13 minutos.

A partir do gol dos mineiros, o Inter passou a sair mais para o jogo. Como se tivesse tudo sob controle, em sua mão. Mais ou menos isso que aconteceu. D'Alessandro lançou Gabriel pela direita. O lateral cruzou para Jorge Henrique, que ajeitou para D'Ale arrematar e empatar a partida.

Na sequência, os técnico fizeram uma série de substituições. Comelli colocou o experiente Fábio Júnior e o atacante Laércio, além do lateral Bryan. Conseguiu uma pequena pressão - Ronaldo Alves quase marcou contra novamente, ao desviar cruzamento de Bryan. O Inter também tentou, com dois cruzamentos que procuravam Forlán, mas foram interceptados por Matheus. O Coelho aplicou uma pressão com cruzamentos e jogadas aéreas, mas sem nenhuma chance de gol. O empate garantiu a classificação colorada para as oitavas de final da Copa do Brasil.

FICHA TÉCNICA
AMÉRICA-MG 1 X 1 INTERNACIONAL

Local: Arena Independência, Belo Horizonte (MG)
Data/hora: 17/7/2013 – 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Edivaldo Elias da Silva (PR)
Auxiliares: Dibert Pedrosa Moisés (RJ) e Luiz H. Souza Santos Renesto (PR)
Público pagante: 1.278
Renda: R$ 26.170,00
Cartões amarelos: Claudinei, Gualberto (AME); D'Alessandro, Muriel, Willians (INT)

Gols: Ronaldo Alves, contra - 13'/2°T (1-0), D'Alessandro - 23'/2°T (1-1)

AMÉRICA-MG: Matehus, Leandro Silva, Gualberto, Vitor Hugo e Danilo (Bryan - 29'/2°T); Claudinei, Andrei Girotto, Kaio (Fábio Júnior - 29'/2°T) e Rodriguinho; Willians (Laércio - 24'/2°T) e Tiago Alves – Técnico: Paulo Comelli.

INTERNACIONAL: Muriel, Gabriel, Índio (Jackson - 31'/2°T), Ronaldo Alves e Kleber (Rafael Moura - 26'/2°T); Willians, Josimar, Fabrício e D'Alessandro; Forlán (Airton - 39'/2°T) e Jorge Henrique – Técnico: Dunga.