icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
17/12/2013
08:08

Houve uma reengenharia no departamento de futebol colorado. Mas poucos nomes mudaram. A máxima de "mudar não mudando" deu a tônica das mudanças no Internacional. Dois dirigentes deixaram a pasta, Marcelo Medeiros, que já estava em 2013, foi confirmado como vice-presidente de futebol e Eduardo Lacher foi confirmado como um dos diretores do setor. O outro é Roberto Melo, que também já estava na gestão de 2013.

Ao longo do ano, o Inter contou com dois diretores de futebol que dividiram o comando: Medeiros e Luis Cesar Souto de Moura. Cada um com um assessor: Melo e Eduardo Hausen, respectivamente. Moura deixou o comando na última segunda-feira. Com ele, Hausen deixou a diretoria de futebol. Ambos do movimento político Coração Colorado, que decidiram a eleição de Giovanni Luigi no Conselho Deliberativo, sem necessidade de voto dos associados.

Lacher já esteve no futebol com o então presidente Fernando Miranda. Na atual gestão, é um dos assessores do presidente Giovanni Luigi. Pertence ao movimento DNA Colorado, apoiador do mandatário colorado.

Assim, o departamento colorado de 2014 conta com quatro nomes: o comandante Marcelo Medeiros, seus diretores Roberto Melo e Eduardo Lacher e o diretor-executivo, que segue sendo Newton Drummond, o Chumbinho.

O clube gaúcho apresenta nesta terça-feira o técnico Abel Braga de forma oficial, às 16h. Junto com o treinador campeão do mundo em 2006, chegam os preparadores físicos Cristiano Nunes e Marcelo Chirol, o auxiliar Leomir Souza, o observador Fábio Moreno e o preparador de goleiros Marquinhos.