icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
02/04/2014
08:04

A semana será marcada pela festa de reabertura do Estádio Beira-Rio, no sábado e no domingo. Mas mais do que isso, vai marcar o término das obras da casa colorada e palco da Copa do Mundo deste ano de maneira oficial. Ao menos é com esta situação que o clube gaúcho trabalha. O estádio em si terá sido terminado. Restarão as obras externas, principamente na área pública, e ajustes finais.

O vice de administração colorada, José Amarante, baseia-se na questão da operação. O Beira-Rio vai funcionar para um público de cerca de 80 mil pessoas nos dois dias de festa. Primeiro, no sábado, com o show Os Protagonistas, que contará a história do clube dividida em décadas. Depois, no domingo, com o amistoso do Peñarol. A cobertura está esticada e acabada - os alpinistas já comemoraram o término da obra -, assim como os acessos e áreas de circulação. Locais que necessitem de maior cuidado com os detalhes, como banheiros, copas e outros setores continuarão com ajustes.

- Eu considero que o Beira-Rio está pronto, visto que vamos receber um público de 50 mil pessoas nos dois dias. O último percentual era de 98%, atualmente não consigo fazer o cálculo. Sei que uma obra terminada sempre vai ter algum tipo de ajuste, de algo que não ficou como você queria - destacou Amarante, ao L!Net.

No entorno, o Inter trabalha para asfaltar o entorno que faz parte de sua matrícula. A prefeitura garante que vai terminar sua parte até o dia 21 de maio, quando a Fifa passará a operar o estádio. O ano de 2014, basicamente, será ainda de obras no estádio. Por exemplo, o clube irá tentar fechar alguns acessos da área de circulação à arquibancada. Entende que são muitos. As lojas térreas, que estarão sob os domínios da Fifa durante a Copa, serão ajeitadas para as empresas que lá estarão.

LIBERAÇÃO TAMBÉM PARA O GRE-NAL

O Inter trabalha para liberar o Beira-Rio também para o clássico Gre-Nal do dia 13 de abril, a grande final do Gauchão. As licenças que serão concedidas pelo Corpo de Bombeiros e Prefeitura serão solicitadas já englobando o jogo com o maior rival. A ideia é que a liberação, com todos os documentos necessários, já venha neste momento. Na sequência, o clube apresenta todas as licenças expedidas para a CBF, para que os jogos do Brasileirão aconteçam já no local.

O presidente Giovanni Luigi, após a vitória por 2 a 1 na Arena, afirmou que se as festividades deste fim de semana correrem sem maiores problemas, as autoridades públicas verão a liberação do estádio com melhores olhos. Outro empecilho para a realização do jogo é estrutura da festa, que estará sendo retirada. Isto pode impedir a realização da partida.