icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
29/07/2014
08:01

Na última semana, os relatos da Europa apontavam para uma negociação entre Cláudio Winck e o Werder Bremen. Ainda com conversas em andamento, o lateral-direito precisa jogar para convencer os europeus a consolidarem uma compra em definitivo, só o que é aceito pelo Internacional.

O lateral-direito recebeu algumas sondagens para sair por empréstimo rumo a clubes europeus da Espanha, Alemanha ou Itália. Mas o Colorado não quer o liberar desta maneira, já que o jogador tem contrato apenas até o próximo ano. Em um eventual sucesso na empreitada, os gaúchos ficariam com poucas possibilidades de colherem frutos.

Assim, o objetivo é convencer os europeus com futebol jogado. Winck tem até o dia 31 de agosto para aproveitar as chances que ganha em campo para sair do Colorado, embora o discurso seja de que está satisfeito no clube. Se a negociação não se concretizar, já há uma combinação prévia de que os dirigentes e os representantes do jogador irão se sentar para discutir a renovação.




Na última semana, o italiano Gianluca Di Marzio, da Sky Sports, afirmou que o Werder Bremen estava próximo de fechar a contratação do jovem de 20 anos. No entanto, segundo apurou o L!Net, as propostas que chegaram pelo jogador foram de empréstimo, rechaçadas.

Uma das chances que Winck irá receber pode ser nesta quarta-feira. Sem Wellington Silva, o camisa 41 deve ser oescolhido para jogar contra o Ceará, no Beira-Rio. Ele já tem recebido oportunidades em sequência de Abel Braga. Na volta contra o Corinthians, entrou no primeiro tempo e marcou o gol colorado. O mesmo aconteceu na goleada contra o Flamengo e na vitória sobre o Bahia. O lateral é muito utilizado também no meio-campo por Abelão.

Criado no Inter, o sobrinho de Luís Carlos Winck é promessa desde o time juvenil. Agora, porém, que começa a ganhar mais sequência no time colorado. O clube gaúcho tem 50% dos seus direitos econômicos, enquanto um investidor e a família dividem a metade restante.