icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
06/07/2013
18:22

Foram exatos 114 dias sem entrar em campo. Neste sábado, na volta ao time titular do Palmeiras, Valdivia matou a saudade. E os palmeirenses devem ter sentido o mesmo. Aclamado pela torcida, o camisa 10 teve uma tarde digna do número que carrega nas costas e comandou a goleada do Verdão por 4 a 0 contra o Oeste, no estádio Prudentão, em Presidente Prudente (SP), pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

- Faz tempo que eu não sentia esse prazer de jogo - disse o Mago após o jogo.

Valdivia iniciou as jogadas dos três primeiros gols do time - dois de Leandro e um de Charles, que foi às redes novamente em belo chute para marcar o quarto do Verdão. Dribles também fizeram parte do repertório do chileno em seu retorno ao time. Com a vitória, o Palmeiras chega aos 15 pontos na competição e se mantém no G4. Já o Oeste fica estacionado com oito.

MAGO + LEANDRO = CAMINHO PARA OS GOLS

O "novo" Palmeiras voltou a campo, após a Copa das Confederações, para manter a caminhada rumo à elite do futebol nacional. O torcedor que viu o último jogo do Verdão, há 24 dias, assistiu a um outro Alviverde no gramado. A começar pelo cérebro do time. Há 114 dias fora do time, Valdivia retornou. Antes do jogo começar, se ajoelhou no campo e apontou com o indicador ao céu. Sabia que a partida valia muito mais do que três pontos...

No banco de reservas, Gilson Kleina, suspenso pelo STJD por conta das ofensas ao árbitro na derrota diante do Sport, teve de acompanhar o jogo das tribunas. À beira do campo, estava seu auxiliar Julinho.

Em campo, o que se viu foi um Palmeiras mais articulado. Valdivia chamou a responsabilidade e passou a distribuir o jogo. Com dribles curtos e giros para cima da marcação, criou as principais oportunidades do time. Sorte de Leandro. O chileno iniciou os lances dos dois primeiros gols. O que inaugurou o placar, contou com bela passagem e cruzamento de Luis Felipe. No segundo, Vinícius encontrou o atacante para dar uma "casquinha" e mandar para o fundo do gol.

Leandro marcou duas vezes pelo Palmeiras (Foto: Célio Messias/LANCE!Press)

O Oeste veio com a ideia de se defender. O técnico Roberto Cavalo armou sua equipe no 4-5-1 e levou perigo, principalmente com as tabelas de Wanderson, Fernandes e Fábio Santos. Em uma oportunidade, a bola bateu no travessão. Mas a equipe do interior de São Paulo teve problemas nas laterais, deixando brechas bem aproveitadas pelo Palmeiras.

Na maior parte do jogo, o Verdão foi quem ditou o ritmo. Valdivia, o camisa 10, teve um primeiro tempo digno do número que carrega nas costas.

MAGO VALDIVIA!

Na etapa final, o Oeste teve de mexer duas vezes seguidas. A primeira, por opção do técnico. A segunda, em razão da lesão de Wanderson. E as alterações deixaram o time do interior mais ofensivo - consequentemente, com mais espaços para os jogadores do Alviverde trabalharem a bola no campo de ataque.

Se em pouco espaço Valdivia já estava comandando o jogo, imagina com muito mais? Não deu outra. O Mago encontrou Leandro, que recebeu nas costas da defesa do Oeste para ficar frente a frente com Fernando Leal, e rolar para Charles estufar as redes. Bom futebol e início de goleada.

Por conta do bom desempenho, Valdivia foi aclamado pelos torcedores a cada toque na bola. E, do mesmo jeito, nos braços da torcida, saiu para dar lugar ao estreante Mendieta. O elo com a torcida parece estar voltando. Em campo, o Verdão ainda chegou a mais um gol com Charles, em belo chute de longe.

Entregue, o Oeste se mandou ao ataque, mas sem organização. O Palmeiras soube controlar bem a partida, criou chances para o quinto, sexto e sétimo gols, mas não os efetuou. Mesmo assim, se mantém mais uma rodada entre os quatro primeiros na zona de classificação à Série A.

PRÓXIMOS JOGOS

Na próxima rodada, o Palmeiras volta à capital para encarar o ABC, no dia 12, sexta-feira, às 21h, no estádio do Pacaembu. Já o Oeste enfrenta o Boa Esporte, na próxima terça-feira, às 21h, no Municipal.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 4 X 0 OESTE

Local: estádio Prudentão, em Presidente Prudente (SP)
Data e Horário: 6/7/2013, sábado, às 16h20
Árbitro: Antonio Rogerio Batista do Prado (SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo (ambos de SP)
Cartões amarelos: Mendieta (PAL) e Piauí e Everton Dias (OES)
Cartões vermelhos: Não houve

Gols: Leandro, aos 6'/1T (1-0); Leandro, aos 38'/1T (2-0); Charles, aos 21'/2T (3-0); Charles, aos 38'/2T (4-0)

Palmeiras: Fernando Prass; Luís Felipe, André Luiz, Henrique e Juninho; Márcio Araújo, Charles, Wesley e Valdivia (Mendieta, aos 28'/2T); Leandro (Serginho, aos 40'/2T) e Vinícius (Caio, aos 35'/2T). Técnico: Juninho.

Oeste: Fernando Leal; Dedê, Dezinho (Heli - intervalo), Ligger e Piauí; Adriano Alves, Everton Dias, Wanderson (Lele, aos 3'/2T), Bruno Sabino (Memo, aos 18'/2T) e Fernandes; Fábio Santos. Técnico: Roberto Cavalo.

Foram exatos 114 dias sem entrar em campo. Neste sábado, na volta ao time titular do Palmeiras, Valdivia matou a saudade. E os palmeirenses devem ter sentido o mesmo. Aclamado pela torcida, o camisa 10 teve uma tarde digna do número que carrega nas costas e comandou a goleada do Verdão por 4 a 0 contra o Oeste, no estádio Prudentão, em Presidente Prudente (SP), pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

- Faz tempo que eu não sentia esse prazer de jogo - disse o Mago após o jogo.

Valdivia iniciou as jogadas dos três primeiros gols do time - dois de Leandro e um de Charles, que foi às redes novamente em belo chute para marcar o quarto do Verdão. Dribles também fizeram parte do repertório do chileno em seu retorno ao time. Com a vitória, o Palmeiras chega aos 15 pontos na competição e se mantém no G4. Já o Oeste fica estacionado com oito.

MAGO + LEANDRO = CAMINHO PARA OS GOLS

O "novo" Palmeiras voltou a campo, após a Copa das Confederações, para manter a caminhada rumo à elite do futebol nacional. O torcedor que viu o último jogo do Verdão, há 24 dias, assistiu a um outro Alviverde no gramado. A começar pelo cérebro do time. Há 114 dias fora do time, Valdivia retornou. Antes do jogo começar, se ajoelhou no campo e apontou com o indicador ao céu. Sabia que a partida valia muito mais do que três pontos...

No banco de reservas, Gilson Kleina, suspenso pelo STJD por conta das ofensas ao árbitro na derrota diante do Sport, teve de acompanhar o jogo das tribunas. À beira do campo, estava seu auxiliar Julinho.

Em campo, o que se viu foi um Palmeiras mais articulado. Valdivia chamou a responsabilidade e passou a distribuir o jogo. Com dribles curtos e giros para cima da marcação, criou as principais oportunidades do time. Sorte de Leandro. O chileno iniciou os lances dos dois primeiros gols. O que inaugurou o placar, contou com bela passagem e cruzamento de Luis Felipe. No segundo, Vinícius encontrou o atacante para dar uma "casquinha" e mandar para o fundo do gol.

Leandro marcou duas vezes pelo Palmeiras (Foto: Célio Messias/LANCE!Press)

O Oeste veio com a ideia de se defender. O técnico Roberto Cavalo armou sua equipe no 4-5-1 e levou perigo, principalmente com as tabelas de Wanderson, Fernandes e Fábio Santos. Em uma oportunidade, a bola bateu no travessão. Mas a equipe do interior de São Paulo teve problemas nas laterais, deixando brechas bem aproveitadas pelo Palmeiras.

Na maior parte do jogo, o Verdão foi quem ditou o ritmo. Valdivia, o camisa 10, teve um primeiro tempo digno do número que carrega nas costas.

MAGO VALDIVIA!

Na etapa final, o Oeste teve de mexer duas vezes seguidas. A primeira, por opção do técnico. A segunda, em razão da lesão de Wanderson. E as alterações deixaram o time do interior mais ofensivo - consequentemente, com mais espaços para os jogadores do Alviverde trabalharem a bola no campo de ataque.

Se em pouco espaço Valdivia já estava comandando o jogo, imagina com muito mais? Não deu outra. O Mago encontrou Leandro, que recebeu nas costas da defesa do Oeste para ficar frente a frente com Fernando Leal, e rolar para Charles estufar as redes. Bom futebol e início de goleada.

Por conta do bom desempenho, Valdivia foi aclamado pelos torcedores a cada toque na bola. E, do mesmo jeito, nos braços da torcida, saiu para dar lugar ao estreante Mendieta. O elo com a torcida parece estar voltando. Em campo, o Verdão ainda chegou a mais um gol com Charles, em belo chute de longe.

Entregue, o Oeste se mandou ao ataque, mas sem organização. O Palmeiras soube controlar bem a partida, criou chances para o quinto, sexto e sétimo gols, mas não os efetuou. Mesmo assim, se mantém mais uma rodada entre os quatro primeiros na zona de classificação à Série A.

PRÓXIMOS JOGOS

Na próxima rodada, o Palmeiras volta à capital para encarar o ABC, no dia 12, sexta-feira, às 21h, no estádio do Pacaembu. Já o Oeste enfrenta o Boa Esporte, na próxima terça-feira, às 21h, no Municipal.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 4 X 0 OESTE

Local: estádio Prudentão, em Presidente Prudente (SP)
Data e Horário: 6/7/2013, sábado, às 16h20
Árbitro: Antonio Rogerio Batista do Prado (SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo (ambos de SP)
Cartões amarelos: Mendieta (PAL) e Piauí e Everton Dias (OES)
Cartões vermelhos: Não houve

Gols: Leandro, aos 6'/1T (1-0); Leandro, aos 38'/1T (2-0); Charles, aos 21'/2T (3-0); Charles, aos 38'/2T (4-0)

Palmeiras: Fernando Prass; Luís Felipe, André Luiz, Henrique e Juninho; Márcio Araújo, Charles, Wesley e Valdivia (Mendieta, aos 28'/2T); Leandro (Serginho, aos 40'/2T) e Vinícius (Caio, aos 35'/2T). Técnico: Juninho.

Oeste: Fernando Leal; Dedê, Dezinho (Heli - intervalo), Ligger e Piauí; Adriano Alves, Everton Dias, Wanderson (Lele, aos 3'/2T), Bruno Sabino (Memo, aos 18'/2T) e Fernandes; Fábio Santos. Técnico: Roberto Cavalo.