icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
16/11/2013
12:46

Acostumado a falar pouco e dar declarações apenas burocráticas em suas entrevistas, o zagueiro Durval, de 33 anos, fugiu de seu estilo e disparou contra o Santos na manhã deste sábado, no embarque da delegação alvinegra para a Bahia.

O jogador mostrou descontentamento com o fato de estar na reserva, disse que não vê a hora de deixar o clube, mas não citou diretamente a diretoria ou o técnico Claudinei Oliveira.

- Esperava deixar o Santos de forma positiva, até pela história que construí aqui. Mas infelizmente algumas pessoas recebem ordens e essas coisas acabam acontecendo. Eu não vejo a hora do Brasileiro acabar para seguir meu rumo - disse, em zona mista.

Titular da zaga santista desde 2010, Durval perdeu a posição para Gustavo Henrique, de 20 anos, em setembro deste ano. Com seis títulos pelo clube, o zagueiro não terá seu contrato renovado em dezembro e deixará a Vila Belmiro. Ele realizou 247 partidas com a camisa alvinegra e marcou sete gols.

- Quando saí do time, tínhamos a melhor defesa. Eu pensava que terminaria de outra maneira no Santos. Gostaria de terminar o ano jogando - falou.

O Peixe nunca teve a defesa menos vazada do Nacional, posto que sempre foi do Corinthians, mas tinha média de gols menor antes da saída de Durval.