icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
28/03/2014
09:21

O gol de Iniesta na final da Copa do Mundo de 2010, que deu o título à Espanha na decisão contra a Holanda, não serviu apenas para garantir o troféu para a Fúria, mas também para ser o símbolo da superação do jogador. Em entrevista à revista francesa "So Foot", o jogador revelou teve diversos problemas pessoais antes do torneio, e que abalaram bastante o seu estado mental.

- Eu passava por uma pequena depressão, mas todos passam por algo assim ao menos uma vez na vida, não é verdade? Tive vários problemas pessoais que se acumularam, também tive problemas físicos... Eu me sentia frágil - disse Iniesta, que até falou sobre a informação de que seu gol fez crescer a taxa de natalidade nove meses depois:

- Saber que dei felicidade ao povo é a melhor recompensa. Se participei do aumento de natalidade no país então, é melhor.

Ainda em relação ao gol em cima da Holanda, o craque do Barcelona fez questão de dividir os méritos com o físico Sir Isaac Newton. Ele lembra que precisou aguardar no lance para chutar na hora certa.

- Antes de bater na bola, tive que esperar que ela baixasse um pouco. Se não esperasse, não teria marcado. Deixei que a gravidade fizesse o seu trabalho, isso foi Newton! Já vi esse lance muitas e muitas vezes, junta todas as palavras positivas que existem no dicionário, esse é o meu sentimento - explicou.