icons.title signature.placeholder Thiago Fernandes
20/03/2014
08:19

A situação desfavorável no grupo 5 da Copa Libertadores, apenas três pontos em nove disputados, obriga o Cruzeiro a fazer contas nas três rodadas finais desta fase. Antes de se preocupar com a matemática, contudo, o time precisa focar a partida contra o Defensor Sporting (URU), nesta quinta-feira, às 22h, no Mineirão.

Um triunfo sobre os uruguaios coloca a equipe na vice-liderança da chave. Depois disso, é necessário pontuar como visitante contra a Universidad de Chile e vencer o Real Garcilaso (PER), novamente no Gigante da Pampulha.

Embora sejam necessários neste momento, os cálculos são dispensados por Nilton. O volante crê que a Raposa deve raciocinar aos poucos para se classificar para as oitavas de final sem problemas.

– A nossa matemática é vencer um após o outro, degrau por degrau. Não podemos pensar no próximo se não ganharmos do Defensor (Sporting) aqui. Espero que todos nós possamos estar voando baixo, até pelo estilo de jogo que a gente apresenta no Mineirão. Vamos dar uma reviravolta. Quem for ao estádio vai ver um time guerreiro, buscando o gol a todo momento – prometeu.

O inesperado momento do Cruzeiro na competição exige que o pensamento dos atletas, nesta noite, seja apenas de um resultado positivo. Ciente disso, Nilton espera que a equipe demonstre união dentro de campo.

– A gente não está nem pensando em empate, até por jogar em casa. Temos que vencer, como fizemos contra a Universidad de Chile. Espero poder levar a união e amizade que temos no dia a dia para dentro de campo. Eles virão esperando um erro, recuado. Temos que trabalhar bem para vencer – avaliou o meio-campista, que faz uma análise do grupo:

– Perdemos duas vezes. Então espero que não tropecemos mais, até pela situação da nossa chave. Eles podem distanciar mais ainda e não queremos isso. Pelo que temos para acrescentar ao campeonato, não queremos perder isso aí.

A matemática cruzeirense nesta Libertadores não tem divisão ou subtração. Nesta noite, a adição de três pontos é o único interesse da equipe.