icons.title signature.placeholder Felipe Domingues
27/03/2014
17:38

A IndyCar se consolidou no gosto dos brasileiros por suas corridas e temporadas sempre recheadas de emoção e, dessa vez, não será diferente. Com a largada deste domingo, dois brasileiros inciam a caça ao título de uma das mais prestigiadas categorias do automobilismo mundial: Tony Kanaan e Helio Castroneves.

Na temporada 2013, o Brasil tinha três pilotos no grid, sendo que Helinho seguiu na equipe Penske para o novo ano, Bia Figueiredo iniciou sua carreira na Stock Car e Kanaan se transferiu para a equipe campeã da última temporada, a Chip Ganassi.

Com apenas esses dois pilotos, era de se imaginar uma diminuição nas chances de título, mas não é o o esperado. Helinho foi vice-campeão da Indy em 2013, tendo liderado boa parte do campeonato e, no fim, acabou perdendo a ponta para o neozelandês Scott Dixon, que divirá o pit com Tony Kanaan.

Tony Kanaan inicia novo ano em nova equipe. Piloto assinou com a Chip Ganassi, campeã de 2013, e correrá no antigo carro do amigo Dario Franchitti, o Target número 10 (Foto: Divulgação)

- No ano passado perdemos o título nos instantes finais, mas só conseguimos chegar até o final na disputa porque o Team Penske foi capaz de ser muito constante durante o ano. A chave do sucesso será a mesma esse ano, além de tentar driblar os imprevistos. A perda do título foi superada no mesmo dia. Fizemos o melhor que estava ao nosso alcance e o título escapou por detalhes - afirmou Helinho.

A abertura da temporada será, assim como no ano passado, em St. Petersburg, na Florida. Em 2013, a pole, a volta mais rápida e o marior número de voltas na liderança da corrida, foram para a equipe Penske, com Will Power liderando os dois primeiros quesitos e Helinho, o último. Mas a vitória ficou com o canadense James Hinchcliffe, da Andretti, seguido por Helio Castroneves, em segundo, e Tony Kanaan, em quarto.

- Gosto muito de St. Pete, já larguei na pole lá, cheguei no pódio umas cinco vezes e espero continuar com o bom retrospecto. Não vejo a hora de sentar no carro pro primeiro treino, porque até agora nada foi pra valer. O que conta é a partir desta sexta - disse Kanaan, ao LANCE!Net.

Três vezes vice-campeão, Helio Castroneves é dono de vários recordes na IndyCar e, neste ano, inicia sua 17ª temporada na categoria, com 15 pelo Team Penske (Foto: Chris Jones/IndyCar)

No grid, um retorno e uma surpresa: Juan Pablo Montoya correrá na equipe Penske, com Helinho, retornando à Indy após 14 anos, e Jacques Villeneuve, que participará da Indy 500, onde venceu em 1995. Entre os novatos, um chama a atenção: Mikhail Aleshin, da Schmidt, se tornou o primeiro russo a correr na Indy.

- A Ganassi vem com as credenciais de equipe campeã de 2013 e eu, como campeão das 500 milhas de 2013, então a expectativa é de brigar por vitórias e títulos. Mas claro que não vai ser a maior "moleza" do mundo. O nível dos pilotos da Indy está altíssimo, começando pela briga interna aqui na própria equipe com o Dixon, Briscoe e Charlie. A Penske vem com o Montoya querendo mostrar serviço, além dos excelentes Power e Helio, fora a Andretti que também vem pra briga com seus quatro integrantes - comentou Tony sobre seus adversários.

Entre as mudanças de regulamento, o principal evento da temporada, as 500 mulhas de Indianapolis, foi um dos alterados. A 98ª edição da etapa, terá um novo formato de classificação, com a pole sendo definida no domingo e em dois "turnos", com a definição dos 9 primeiros e os últimos 24, e a definição das posições entre si. Além da Indy 500, a categoria correrá pela primeira vez no traçado misto do circuito.

A forma de pontos também se alterou, dando um peso maior às corridas de mais longa duração: Indianapolis, Pocono e Fontana. Nessas etapas, a pontuação será dobrada.

Seguindo a Fórmula 1, a Indy também alterou seus motores, os famosos V6 de 2.2L. Os fabricantes tiveram uma permissão especial para trabalhar no torque e na potência, podendo utilizar o sistema biturbo.

O chassi também foi alterado, melhorando a proteção lateral dos pilotos com a adição de painéis de fibra de carbono dentro e fora do carro, que terão também uma espuma de plástico no cockpit, próximo às pernas dos pilotos.

Entre as diferenças nas provas de 2013 e 2014, a saída da etapa de São Paulo chamou a atenção. A organização da categoria não conseguiu acordo com a prefeitura e, com isso, a etapa foi cancelada, possivelmente retornando em 2015, mas em Brasília. Com isso, o número de corridas caiu para 18, com três rodadas duplas.

- Não tenho dúvidas de que será uma temporada muito disputada. Haverá um equilíbrio de forças muito grande e acho fundamental ser muito regular para almejar o título. Acredito que será um dos melhores anos da Indy - afirmou Helio Castroneves, ao LANCE!Net.

Confira o calendário de provas da IndyCar em 2014:

30 de Março 2014 - GP de St. Petersburg - Misto

13 de Abril 2014 - GP de Long Beach - Misto
27 de Abril 2014 - GP de Alabama - Misto

10 de Maio 2014 - GP de Indianapolis - Misto
25 de Maio 2014 - 500 Milhas de Indianapolis - Oval
31 de Maio 2014 - GP de Detroit (Corrida 1) - Misto

01 de Junho 2014 - GP de Detroit (Corrida 2) - Misto
07 de Junho 2014 - GP de FortWorth - Oval
28 de Junho 2014 - GP de Houston (Corrida 1) - Misto
29 de Junho 2014 - GP de Houston (Corrida 2) - Misto

06 de Julho 2014 - 500 Milhas da Pocono - Oval
12 de Julho 2014 - GP de Iowa - Oval
19 de Julho 2014 - GP de Toronto (Corrida 1) - Misto
20 de Julho 2014 - GP de Toronto (Corrida 2) - Misto

03 de Agosto 2014 - GP de Mid-Ohio - Misto
17 de Agosto 2014 - GP de Wisconsin - Oval
24 de Agosto 2014 - GP de Sonoma - Misto
30 de Agosto 2014 - GP de Fontana - Oval

Lista de Pilotos e equipes:

Target Chip Ganassi Racing -
Scott Dixon (NZL)
Tony Kanaan (BRA)

Novo Nordisk Chip Ganassi Racing -
Charlie Kimbal (EUA)

NTT Data Chip Ganassi Racing -
Ryan Briscoe (AUS)

Team Penske -
Helio Castroneves (BRA)
Juan Pablo Montoya (COL)
Will Power (AUS)

Andretti Autosport -
Marco Andretti (EUA)
James Hinchcliffe (CAN)
Ryan Hunter-Reay (EUA)
Carlos Munoz (COL)

A.J Foyt Enterprises -
Martin Plowman (GBR)
Takuma Sato (JAP)

Bryan Herta Autosport -
Jack Hawksworth (GBR)

Dale Coyne Racing -
Justin Wilson (GBR)

Ed Carpenter Racing -
Ed Carpenter (EUA)
Mike Conway (GBR)

KV AFS Racing -
Sebastian Saavedra (COL)

KVSH Racing -
Sebastian Bourdais (FRA)

Rahal Letterman Lanigan Racing -
Graham Rahal (EUA)
Oriol Servia (ESP)

Sarah Fisher Hartman Racing -
Josef Newgarden (EUA)

Schimdt Peterson Motorsport -
Mikahail Aleshin (RUS)
Simon Pagenaud (FRA)