icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
03/02/2015
12:04

A falta ao treino da Sampdoria nesta segunda-feira deixou o treinador Sinisa Mihajlovic furioso com o atacante Samuel Eto'o. Contratado em janeiro como um dos principais nomes do time para as próximas duas temporadas e meia, o camaronês não gostou da goleada sofrida no domingo para o Torino, por 5 a 1, e não compareceu à atividade da tarde. Para piorar, ainda pensa em romper o contrato com o time de Gênova.

Para Mihajlovic, o deslize do atacante, que jogou em times como Real Madrid, Barcelona, Inter de Milão e Chelsea, foi uma falta de respeito com ele e todos os jogadores do elenco da Sampdoria.

E MAIS
- Ivanovic faz definição curiosa sobre Diego Costa: 'Ele gosta de atenção'
- Chelsea volta à carga por Varane; Dortmund de olho no jovem Jesé

- Não sei aonde ele foi nem o que o clube quer fazer. A única coisa que sei é que o jogador não me deu nenhuma explicação. Acho que é uma tremenda falta de respeito comigo e com o resto do time. Essa é a única verdade, o resto é fantasia. Não houve nenhuma discussão com Eto'o, simplesmente porque para tal são precisas duas pessoas, e ele tomou esta decisão sozinho - disse, irritado, o treinador, à "Gazzetta dello Sport".

Por causa da goleada sofrida em Turim, o treinador resolveu implementar treino integral durante toda a semana. Porém, Eto'o não concordou, e de forma unilateral, resolveu não aparecer na atividade. De acordo com a imprensa local, ele até se deslocou até Milão, que fica a cerca de 150 quilômetros de Gênova.