icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
11/06/2014
16:26

Após o sofrimento do último domingo, o Independiente conseguiu nesta quarta-feira garantir o seu retorno à Primeira Divisão do Campeonato Argentino. A vitória por 2 a 0 sobre o Huracán foi festejada pela torcida Roja como se fosse o título da Copa do Mundo.

O empate em 0 a 0 no último domingo com o Patronato, em plena Avellaneda, combinado com a vitória do Huracán por 1 a 0 sobre o Almirante Brown, forçou a disputa do jogo desempate entre as duas equipes no Estádio Único de La Plata.

Jogando mais solto e buscando o ataque, o Independiente parecia outro time em relação àquele que foi dominado no jogo anterior pelo nervosismo. A equipe de Avellaneda marcava a saída de bola do adversário e quando subia ao ataque era com muita velocidade.

Foi em uma dessas idas ao ataque que o Independiente saiu na frente aos 37 minutos do primeiro tempo. Penco correu pela esquerda, entrou em diagonal na área quemera e bateu cruzado. O goleiro Díaz deu rebote e o volante Zapata apareceu como elemento surpresa para marcar.

Mais retraído, e aproveitando o desespero do Huracán, o Independiente passou a ser um time traiçoeiro na segunda etapa. Mais uma vez a velocidade foi fatal. Aos 41 minutos, Fredes percebeu que Pizzini avança pela lateral direita. O meia recebeu o lançamento, se livrou do goleiro Díaz com um giro e tocou para o gol vazio. O Rojo, clube que mais títulos da Libertadores conquistou (sete vezes), está de volta à elite do futebol argentino.