icons.title signature.placeholder Guilherme Abrahão
22/12/2013
07:03

Segue a indefinição no Fluminense sobre quem comandará a equipe na próxima temporada. O LANCE!Net apurou que a diretoria agora vem esbarrando na escolha do nome, já que o clube não quer gastar valores exorbitantes e pretende, enfim, formar uma comissão técnica fixa a partir 2014. Os nomes em pauta seguem os mesmos. Ney Franco, Renato Gaúcho e Dorival Júnior, estão dividindo a preferência da cúpula de futebol.

Renato é o preferido de Celso Barros e, inclusive, já teria se encontrado com o mandatário da Unimed para discutir o acerto. Porém, o presidente do Flu, Peter Siemsen, ainda sonha com Ney Franco. Em ambos os casos, o Tricolor teria de investir na chegada de profissionais da comissão técnica, o que não está no planos, já que o clube pretende gastar até R$ 300 mil com a comissão permanente.

Tanto Ney Franco, quanto Renato assinalam em trazer um preparador físico e um auxiliar técnico, sendo este o grande entrave. Isto porque, recentemente, o Flu contratou o ex-jogador Marcão, que será efetivado como auxiliar técnico fixo. No caso de Ney Franco, o treinador até aceita reduzir os vencimentos – hoje no Vitória giram em torno de R$ 260 mil –, porém não abre mão de ter Éder Bastos, braço direito dele na comissão, o que ele varia os valores do acerto.

A expectativa é a de que, logo após o Natal, o Tricolor anuncie um treinador. Desta maneira, Dorival volta a ser o favorito, já que a renovação seria mais simples, mantendo os profissionais que já estão no clube. Ele, inclusive, já vem conversando com Marcão para analisar possíveis reforços.

Clube também busca um preparador físico

Para montar sua comissão técnica permanente, o Fluminense estuda a contratação de um preparador físico. Os últimos a deixarem o clube foram Cristiano Nunes, que fazia parte da comissão técnica de Abel Braga, e Antônio Mello, da equipe de Luxemburgo.

Com Dorival, chegou Celso de Rezende, que deverá ser mantido caso o treinador renove. Mesmo se a escolha for Dorival, o Tricolor irá contratar outro preparador físico. O clube estuda alguns nomes, entre eles o de Paulo Paixão, que deixou o Grêmio.