icons.title signature.placeholder Enrico Bruno
08/11/2013
10:30

O desempenho do Cruzeiro no Brasileirão é tão surpreendente que as comparações com um outro time da Raposa acabam sendo inevitável. Qual time foi melhor? A equipe de Marcelo Oliveira, marcada pela coletividade e vários camisas 10, ou o time comandado por Luxa e guiado pela genialidade do maestro Alex?

Em conversa com o LANCE!Net, Deivid, autor de incríveis 15 gols em 18 jogos pelo Cruzeiro em 2003 falou sobre o atual momento da Raposa, elogiou o título praticamente assegurado do Brasileirão, mas foi sincero na comparação. Igual ao esquadrão da tríplice coroa não há.

- Cada time tem o seu momento, mas um time igual ao de 2003, acho que dificilmente o Cruzeiro terá outro. Ganhamos o Mineiro, a Copa do Brasil e Brasileiro. As duas equipes têm seus méritos, mas aquele time de 2003 não tem comparação - falou Deivid.

Com 70,8% de aproveitamento nas 32 rodadas, o Cruzeiro, além de ser o campeão com a maior antecedência dos pontos corridos, ainda poderá bater o recorde do próprio Cruzeiro de 2003, que alcançou 72,% de aproveitamento.

MAIS:
> Dedé quer comemorar o título ao lado da torcida
> Éverton Ribeiro não quer parar no título nacional

- Esse Cruzeiro de hoje é até capaz de bater o nosso recorde. E a gente torce por isso. Mas nós construimos uma história no clube difícil de superar. A gente jogava e encantava. Por isso eu acho que não tem comparação, apesar, claro, de não podermos tirar o mérito da equipe desse ano que tem tudo para ser campeão com sobras - disse.

- Alex, Aristizábal, Luizão, Edu Dracena, Maldonado, Recife e vários outros. O time de 2003 ganhou tudo, convenceu - concluiu.